nsc
dc

Polícia

Prefeito flagrado com R$ 500 mil em caixa de papelão no aeroporto diz: “Eu boto onde quiser"

Quantia carregada pelo chefe do Executivo de Cerro Grande do Sul (RS) foi apreendida pela Polícia Federal no aeroporto de SP em 26 de agosto

03/09/2021 - 14h07 - Atualizada em: 03/09/2021 - 14h09

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
Gilmar João Alba (PSL) teve R$ 505 mil apreendidos
Gilmar João Alba (PSL) teve R$ 505 mil apreendidos
(Foto: )

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o prefeito de Cerro Grande do Sul (RS), Gilmar João Alba (PSL), conhecido como Gringo, afirmou que R$ 500 mil “nem dá pra comprar um carro bom”. O gestor municipal portava essa quantia quando foi flagrado pela Polícia Federal, no aeroporto de Congonhas, em 26 de agosto.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

“Eu ando com esse dinheiro para uma eventual oportunidade de negócios. Como é declarado, e diz na Receita que é declarado, anda em qualquer parte do Brasil. Então, eu ando com meu dinheiro para onde eu quiser”, declarou o prefeito.

A quantia era transportada em caixas de papelão e foi descoberta durante uma inspeção por raio X. “Eu boto o dinheiro onde quiser: na caixa de papelão, no sapato. É meu. Não quer dizer que tudo o que eles dizem é verdade”, disse, quando questionado sobre a razão das caixas de papelão.

Leia mais em Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Leia também

Briga pelo uso da máscara termina com um ferido em creche de Florianópolis

Feriadão de 7 de setembro em SC será "esquenta" para o verão

Incêndio em fábrica de Xaxim é controlado após 20 horas

Colunistas