nsc
    dc

    Reconstrução

    Prejuízos com "ciclone bomba" em SC chegam a R$ 500 milhões, diz secretário da Defesa Civil

    Em entrevista à NSC TV, João Batista Cordeiro Junior disse que recursos federais para a reconstrução estão garantidos e que não haverá limite para a ajuda

    08/07/2020 - 07h57 - Atualizada em: 08/07/2020 - 11h00

    Compartilhe

    Por Guilherme Simon
    Estragos do ciclone bomba
    Ciclone bomba provocou estragos em mais de 200 cidades catarinenses
    (Foto: )

    O secretário de Defesa Civil de Santa Catarina, João Batista Cordeiro Júnior, afirmou nesta quarta-feira (8) que os prejuízos públicos causados pelo 'ciclone bomba' na semana passada já chegam a R$ 500 milhões, segundo levantamento preliminar das prefeituras atingidas e do governo do Estado. Ele também afirmou que os recursos do governo federal para a reconstrução estão garantidos.

    > Novo ciclone causa risco de deslizamento em 14 cidades de SC, alerta Defesa Civil

    Em entrevista ao Bom Dia Santa Catarina, da NSC TV, João Batista disse que “não haverá limite de valor” de recursos para a ajuda da União. Mais de 200 cidades registraram danos e 13 pessoas morreram durante a passagem do fenômeno.

    — A palavra do secretário Lucas (Alexandre Lucas, secretário Nacional da Defesa Civil) é de que todos os municípios encaminhem seus pedidos, principalmente as maiores prioridades, que o governo federal nesse momento tem recurso para reconstrução para o Brasil inteiro e vai atender os nossos pleitos. Nós não temos um limite de valor.

    > Ciclone afasta-se de Santa Catarina e provoca ventos em parte do Estado

    No sábado, o presidente Jair Bolsonaro esteve em Santa Catarina e sobrevoou as cidades de Governador Celso Ramos e Tijucas, na Grande Florianópolis.

    O secretário também informou que metade dos R$ 30 milhões disponibilizados pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) foram liberados nesta terça-feira (7), e que o valor está sendo usado para assistência humanitária aos atingidos. Segundo ele, todos os municípios que solicitaram kits de assistência humanitária já receberam. Conforme a Defesa Civil, foram liberados 91,8 mil itens de assistência humanitária no valor de R$ 1,84 milhão.

    > Praia Grande tem 70 desalojados após chover 250 milímetros nas últimas 24h

    Conforme o secretário João Batista Cordeiro Junior, entre os itens mais distribuídos, estão telhas, itens de higiene pessoal, colchões e kits de limpeza para as residências. A entrega tem demorado entre 12 e 24 horas após a solicitação, informou João Batista. O secretário também disse que o governador Carlos Moisés solicitou à União linhas de financiamento para a reconstrução de empresas.

    > ​> Entenda o que é ciclone bomba, fenômeno que atingiu Santa Catarina

    Novo ciclone deixa desabrigados

    A formação de um novo ciclone na costa catarinense nesta semana voltou a causar prejuízos aos catarinenses. Segundo o secretário da Defesa Civil, fortes chuvas deixaram ao menos 68 pessoas desabrigadas na cidade de Praia Grande, no Sul catarinense, onde choveu cerca de 250 milímetros nas últimas horas.

    — O trabalho não para, nós temos um ano bem atípico, nós tivemos essa questão da Covid-19, estiagem, vendaval, tornado e agora essa enxurrada muito grande no Sul do Estado, e muitas cidades com risco de deslizamentos nesse momento – afirmou o secretário.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas