nsc

Pandemia

Presidente do Marcílio Dias defende volta aos treinos após definição do calendário nacional

Em entrevista ao Debate Diário, Lucas Brunet afirma que o clube não tem condições de cumprir o protocolo para retornar neste momento

21/05/2020 - 13h43

Compartilhe

Kadu
Por Kadu Reis
Lucas Brunet, presidente do Marcílio Dias, concedeu entrevista ao Debate Diário
Lucas Brunet, presidente do Marcílio Dias, concedeu entrevista ao Debate Diário
(Foto: )

Enquanto clubes catarinenses como Avaí, Figueirense, Brusque, Chapecoense, Joinville e Juventus retomam gradualmente os treinamentos presenciais, o Marcílio Dias segue sem estas atividades. O presidente do clube defende a volta aos treinos apenas após a definição do calendário nacional de competições, que segue em aberto por conta da pandemia de coronavírus. Lucas Brunet falou sobre o assunto no Debate Diário desta quinta-feira (21).

— Tenho levantado esta bandeira não só pela questão do campeonato estadual. Após sete anos, retornamos ao nacional e vamos disputar a Série D, se tudo der certo. Penso que o estadual precisa voltar desde que o calendário nacional esteja definido. Foram feitas exigências pela associação de clubes e a federação, que são salutares, mas o Marcílio Dias hoje não tem condições de cumprir isso — afirma o presidente rubro-anil.

Ouça o Debate Diário desta quinta-feira (21):

Interrompido após a conclusão da primeira fase, o Campeonato Catarinense acumula dois meses de paralisação. Os pedidos feitos pela Federação Catarinense de Futebol e a Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina foram rejeitados pelo Governo do Estado, que permitiu apenas a retomada de treinamentos. O protocolo de segurança sanitária, no entanto, não é viável para o Marcílio Dias, conforme o presidente do clube.

— Não temos centro de treinamento, dependemos de campos emprestados. Não temos condições de fazer os testes a cada três dias, os boxes nos banheiros, entre outras exigências. Não temos estrutura física e financeira. Não adianta fazer média, dizer que vai cumprir e não fazer. Além disso, podemos fazer todo este esforço para jogar apenas uma semana, em caso de eliminação nas quartas de final do estadual — avalia Brunet.

Debate Diário

Durante a pandemia de coronavírus, de casa, o apresentador Roberto Alves e os demais participantes, Rodrigo Faraco, Salles Júnior e Kadu Reis, têm entrevistado personalidades do esporte, como Zico e Roberto Dinamite.

Confira alguns dos programas anteriores:

Dorival Júnior diz que é o momento do futebol brasileiro se adequar ao calendário europeu

Roberto Dinamite: “Zico, na minha geração, foi o maior jogador com quem pude jogar​​"

Luiz Henrique abre o jogo sobre saída do futebol: "Tive Síndrome de Burnout e depressão"​

Leonardo Gaciba explica mudança na regra do futebol

​​​Renan Dal Zotto revela que deixa o comando do Taubaté para treinar apenas a seleção brasileira​​

Zico fala no Debate Diário sobre coronavírus no Japão e a quarentena no Brasil​

Colunistas