nsc
dc

colapso na saúde

Primeiro paciente de SC transferido para tratamento de Covid-19 chega ao Espírito Santo

Homem de 34 anos estava internado em UPA de Chapecó e foi transportado em avião do Corpo de Bombeiros; Outros 15 pacientes ainda devem ser transferidos

03/03/2021 - 16h25 - Atualizada em: 03/03/2021 - 16h28

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Paciente de SC chegou ao Espírito Santo na tarde desta quarta-feira
Paciente de SC chegou ao Espírito Santo na tarde desta quarta-feira
(Foto: )

O primeiro paciente de Santa Carina transferido para um leito de UTI de um hospital do Espírito Santo desembarcou no Aeroporto de Vitória por volta de 15h10min desta quarta-feira (3).

> Por falta de vagas em hospital do Oeste, pacientes podem ficar em ambulâncias

Trata-se de um homem de 34 anos que estava intubado em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Chapecó, no Oeste do Estado, região mais atingida pelo colapso de falta de vagas de UTI na saúde de SC. Outros detalhes do quadro de saúde dele não foram divulgados.

O paciente foi transferido em um avião do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. A aeronave decolou por volta das 8h30min de Florianópolis e chegou às 9h45min em Chapecó, para levar o paciente até o estado capixaba.

Os pacientes catarinenses transferidos devem ser internados no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, no município da Serra, região da Grande Vitória.

> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

SC tem 244 pessoas à espera de vagas em UTI

A situação da pandemia se agravou em Santa Catarina a partir do início de fevereiro. Todas as regiões do Estado passaram a registrar falta de leitos de UTI. Até a noite de terça (2), 244 pessoas aguardavam para serem transferidas. Somente em Xanxerê, ao menos oito pessoas morrerem enquanto esperavam por vaga.

Diante desta situação, o Espírito Santo, que tem cerca de 70% de leitos de UTI ocupados, ofereceu ajuda e vai receber 16 pacientes catarinenses. Segundo a Fiocruz, SC tem o maior índice de ocupação de UTIs do país na fase atual da pandemia.

Segundo o superintendente de Urgência e Emergência da secretaria, Diogo Losso, o objetivo é atender prioritariamente a região Oeste, com a transferência de pessoas que estão nos hospitais Regional do Oeste, em Chapecó, Regional São Paulo, em Xanxerê, e Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste. Todas essas unidades já registraram mortes de pessoas que aguardavam por um leito.

* Com informações do portal G1

Leia também

Vacinação de profissionais de academias contra Covid-19 causa polêmica em cidades de SC

Santa Catarina tem mais 87 mortes por coronavírus e 5,8 mil novos casos confirmados

Secretários Estaduais de Saúde pedem fechamento de praias, escolas e toque de recolher no Brasil

Colunistas