Mais duas pessoas com coronavírus morreram em Xanxerê, no Oeste de SC, à espera de leitos de UTI nesta terça-feira (2). A cidade já soma oito óbitos de pacientes que não conseguiram uma vaga para o tratamento intensivo contra a doença. As informações foram confirmadas pela prefeitura municipal. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

Dagmara Spautz: catarinenses são enviados para o ‘corredor da morte’ em nome da economia

De acordo com informações da prefeitura, a última morte ocorreu no início da tarde desta terça. A vítima era uma mulher de 39 anos que não tinha comorbidades. Ela estava internada na emergência do hospital, onde esperava por uma vaga de UTI.

Pela manhã, um homem de 61 anos, que havia dado entrada na emergência do Hospital Regional São Paulo (HRSP), referência na cidade de Xanxerê, também não resistiu. O quadro dele, segundo informou a prefeitura, era bastante grave.

Continua depois da publicidade

> Hospital de Xanxerê alerta: “Vamos começar a perder vidas, a comunidade precisa estar preparada”

Xanxerê vive um colapso na rede de saúde e teve situação de calamidade pública decretada na quinta-feira (25) por causa da pandemia. A situação do município é tão grave, que o Hospital Regional São Paulo emitiu um duro comunicado no início da tarde, onde informava que está sem espaço para novos pacientes em qualquer setor e fazia um alerta: “vamos começar a perder vidas de muitos pacientes”.

> Prefeito de Xanxerê chora e apela por ajuda: “estamos dando um grito de socorro”

Outras seis vítimas do colapso na saúde

Um dia antes, na segunda-feira (1º), a prefeitura havia divulgado outras seis mortes de pacientes com coronavúrus na fila por leitos. Os óbitos de pessoas à espera de vagas começaram na última quarta-feira (24), na cidade.

> Loetz: Lockdown é necessário e urgente

No último boletim de ocupação divulgado pelo hospital, na manhã desta terça-feira, 34 pessoas aguardavam leitos de UTI e um paciente, ao menos, estava na fila por vaga na enfermaria. 

Continua depois da publicidade

Convocação de médicos

A prefeitura de Xanxerê publicou dois novos decretos no domingo (28) com medidas para o combate ao coronavírus. Além do fechamento das atividades não essenciais, o município decidiu convocar médicos da rede privada para atuar no sistema público.

Utilizando um dispositivo legal que está previsto na legislação estadual e nacional durante a pandemia, a prefeitura de Xanxerê está convocando médicos, fisioterapeutas e psicólogos da rede particular para que atuem no sistema público de saúde. A convocação vale para todos os profissionais da cidade e prevê multa e até sanções como a suspensão do alvará de clínicas aos que se negarem a responder.

> SC tem a semana com mais mortes por Covid-19 desde o início da pandemia

Os médicos terão que prestar seis horas semanais de serviço pelas próximas duas semanas. Eles serão incluídos na escala da Secretaria de Saúde e encaminhados para atendimento no Hospital Regional São Paulo ou no ambulatório de campanha. Posteriormente, os médicos poderão exigir ou não a indenização pelas horas trabalhadas.

Leia também

Um dia após dar à luz trigêmeos, mulher é intubada com a Covid-19 em Chapecó

Continua depois da publicidade

SC tem mais de 58 mil pessoas imunizadas contra o coronavírus

Pacientes que chegam às UTIs em SC são mais jovens, mais graves e sem comorbidades

De olho em 2022, Moisés prefere engolir sapos a voltar a brigar com Bolsonaro

Hospitais particulares de Florianópolis cancelam cirurgias eletivas para atender pacientes com Covid-19

O que está proibido ou com restrições parciais nos próximos 15 dias em SC; entenda o decreto

Destaques do NSC Total