nsc
an

Entrevista

Queda de calçada em Joinville foi entre obra do rio Mathias e antiga galeria, diz prefeito

Estrutura cedeu e mais de 30 pessoas ficaram feridas durante evento de Natal da prefeitura

23/11/2021 - 17h55 - Atualizada em: 23/11/2021 - 18h01

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Calçada cede e pessoas caem no rio durante abertura do Natal em Joinville
Calçada cede e pessoas caem no rio durante abertura do Natal em Joinville
(Foto: )

O local da queda da calçada que deixou mais de 30 feridos durante um evento de Natal em Joinville fica entre as obras de macrodrenagem do rio Mathias e uma antiga galeria. A informação foi divulgada pelo prefeito Adriano Silva (Novo) nesta terça-feira (23), em entrevista à CBN Joinville.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

As pessoas que estavam em cima da calçada caíram em uma galeria dentro do rio Cachoeira quando a estrutura se rompeu. No entanto, ainda não havia informações oficiais se o local fazia parte das obras de macrodrenagem do rio Mathias, que começaram em junho de 2014, no Centro de Joinville.

- [O acidente] ocorreu em uma intersecção de uma obra do Mathias com a antiga galeria do rio Mathias. Houve ali alguma interferência que causou essa inconsistência na estrutura e que veio a ceder devido ao peso. A gente não está falando de uma galeria antiga que estava sem ser mexida. Ela teve uma interferência durante a obra - afirmou.

A prefeitura instaurou um inquérito interno para "levantar e responsabilizar qualquer ação feita de forma equivocada", de acordo com o prefeito. A Polícia Civil também abriu investigação logo após o acidente para apurar o que causou o acidente e, posteriormente, responsabilizar criminalmente os culpados pela queda da estrutura.

> Como será a investigação sobre queda de calçada em Joinville e quem pode ser acusado

Para auxiliar nas investigações, o Instituto Geral de Perícias (IGP) realiza análises e levantamento de informações para determinar qual foi a causa da queda da calçada. Segundo o gerente regional do órgão em Joinville, Alcides Ogliari Júnior, o trabalho dos peritos avalia todos os elementos envolvendo o acidente.

- A estrutura rompeu porque recebeu uma carga maior do que suportava. Agora, qual o motivo disso ter acontecido, se foi uma falha de projeto, execução ou manutenção, isso será esclarecido durante o processo - garante.

Prefeito explica motivo para manter evento de Natal

Mesmo após o acidente que feriu mais de 30 pessoas, o prefeito Adriano Silva decidiu manter o evento de abertura do Natal de Joinville. Nesta terça-feira, a prefeitura se manifestou e informou que deu continuidade apenas depois de confirmar que as vítimas tinham sofrido apenas ferimentos leves.

> Evento de Natal em Joinville continuou por não haver feridos graves, diz prefeito

Em entrevista à CBN Joinville, o prefeito manteve a explicação e ainda ressaltou que houve preocupação para evitar pânico nos demais participantes do evento que ocupavam a região em frente à prefeitura.

- O que fizemos constantemente foi acalmar a população porque nós percebemos que ninguém ia embora, estavam todos aguardando o espetáculo. O que nós temíamos é que gerasse um pânico generalizado e que poderia ocorrer uma outra tragédia - afirmou.

> "Impressão que íamos ficar soterrados", conta vítima de desabamento em Joinville

Adriano ainda garantiu que teria cancelado o evento se tivesse confirmação de vítimas graves ou "alguma fatalidade". E que também haveria uma evacuação do local, mesmo que pudesse haver riscos de transtornos pela quantidade de pessoas que estavam presentes.

Leia também:

Joinville vai alugar robôs para avaliar galerias de água após desabamento

Moradores relatam desespero de crianças após queda de calçada em Joinville

Prefeitura de Joinville quer avaliação estrutural em área do acidente

Polícia Civil investiga causas do acidente no evento do Natal de Joinville

Colunistas