nsc
santa

Polícia

Suspeita de prostituir a filha de 8 anos, mulher é presa em SC

Mãe da criança recebia drogas e dinheiro como forma de pagamento. Idoso de 69 anos também foi detido

27/03/2021 - 09h26

Compartilhe

Por Ângela Prestes
O homem comprava drogas para a mãe da vítima e a auxiliava financeiramente como retribuição pelos crimes sexuais praticados contra a criança.
O homem comprava drogas para a mãe da vítima e a auxiliava financeiramente como retribuição pelos crimes sexuais praticados contra a criança.
(Foto: )

Uma mulher foi presa nesta sexta-feira (26) suspeita de prostituir a filha de apenas 8 anos em troca de drogas e dinheiro em Blumenau, no Vale do Itajaí. O autor do estupro, um homem idoso de 69 anos, também foi detido. Segundo a delegada responsável pelo caso, Juliana Cíntia de Souza Tridapalli, a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso de Blumenau (DPCAMI) recebeu um vídeo, no dia 17 de março, em que um homem estuprava uma criança. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Após investigação, os policiais civis identificaram o autor, a vítima e a família. Dois dias depois o autor do estupro foi preso. No celular dele foram encontradas diversas fotografias da genital da vítima e vídeo do estupro, além de outras imagens envolvendo pornografia infantil, retiradas da internet. O homem comprava drogas para a mãe da vítima e a auxiliava financeiramente como retribuição pelos crimes sexuais praticados contra a criança. 

Faltava comida em casa

A criança e outros filhos moravam com a mãe. Quando a polícia suspeitou da participação dela informou o Ministério Público que afastou os filhos da genitora. Segundo a delegada Juliana, o fato de não estar frequentando a escola, por conta das aulas online, agravou o caso. A mãe levava a criança até a casa do homem durante o horário das aulas. 

— A vítima, de 8 anos, não tinha cadernos e penal. Também relatou que às vezes faltava comida em casa. 

A investigação e conclusão do inquérito foram feitas em poucos dias, finalizando o caso nesta sexta-feira (26) com a prisão da mãe da vítima, indiciada como coautora do crime de estupro e encaminhada para a Penitenciária de Itajaí.

Leia também

> SC supera 10 mil mortes por covid-19 no dia em que completa um ano da 1ª vítima

> Estado terá que provar à Justiça que restrições em SC foram baseadas em critérios técnicos

> SC confirma mais de 200 mortes por covid-19 em um dia pela 1ª vez na pandemia

Colunistas