nsc
an

Violência

Suspeito de estupro em loja no Centro de Joinville é preso

Crime ocorreu ao meio-dia, quando a mulher estava sozinha na loja em que trabalha

22/10/2020 - 22h32 - Atualizada em: 23/10/2020 - 13h56

Compartilhe

Cláudia
Por Cláudia Morriesen
foto mostra fachada da delegacia da mulher em Joinville
Homem foi encaminhado para a Delegacia de Proteção à Mulher para prestar depoimento
(Foto: )

O suspeito de cometer um estupro contra uma jovem de 24 anos em uma loja no Centro de Joinville foi preso na noite desta quinta-feira (22). O homem foi encontrado pela Polícia Militar por volta das 22h30 e levado para prestar depoimento na Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (Dpcami) de Joinville. 

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

Segundo a Polícia Militar, o homem estava entrando em um hotel perto da rodoviária, no bairro Anita Garibaldi, quando foi encontrado. Ele foi reconhecido por causa das imagens das câmeras de segurança da loja onde ocorreu o crime, e de outras câmeras que registraram o trajeto feito por ele após sair do local. 

A Polícia Militar contou com a colaboração de vários comerciantes que cederam as imagens de câmeras de segurança e possibilitaram traçar o caminho de fuga do criminoso. No momento da prisão, ele ainda usava as mesmas roupas de quando cometeu o crime.

Ele tem 70 anos, segundo os documentos encontrados entre seus pertences. A Polícia Militar informou que ele tem passagens por estupro em Blumenau e em Curitiba. 

​> Suspeito de estupro tem passagens pelo mesmo crime em outras cidades

Jovem estava em estado de choque

O crime ocorreu por volta do meio-dia, em uma loja da rua João Colin. A mulher de 24 anos estava sozinha na loja em que trabalha. O homem entrou na loja vestido com roupa social e mochila. Pelas imagens gravadas pela câmera de segurança, a Polícia Civil informou que foi possível ver que ele fez uma espécie de "ritual" com ela.

> Em depoimento, suspeito diz que entrou na loja para evangelizar

A mulher foi levada para o Hospital Regional Hans Dieter Schmitd. Foram realizadas buscas durante toda a tarde e à noite pelas polícias Militar e Civil.

> "Nunca presenciei uma situação dessas", diz delegado sobre estupro em Joinville

Colunistas