O transporte coletivo em Indaial será retomado a partir desta quinta-feira (7), assumido pela LDL Turismo, de Ascurra. A empresa foi contratada de forma emergencial pela prefeitura após a cidade amanhecer sem ônibus na seguda-feira (4).

Continua depois da publicidade

> Acesse para receber as notícias do Santa por WhatsApp

De acordo com a prefeitura, nesta semana as linhas que voltarão a funcionar serão as que coincidem com o horário escolar, atendendo principalmente os alunos. A partir da próxima semana, o objetivo é que todas as rotas voltem a funcionar normalmente.

O valor da passagem continua o mesmo, de R$ 4,25. Os créditos dos cartões usados pelos usuários também continuam válidos, mas não estarão disponíveis no momento até a interligação dos sistemas entre as duas empresas.

Segundo a prefeitura, os motoristas da Expresso Presidente que faziam as rotas de Indaial serão recontratados pela LDL.

Continua depois da publicidade

Como Indaial ficou sem ônibus?

A Expresso Presidente foi contratada emergencialmente pela administração municipal em novembro de 2020. De lá para cá a prefeitura diz que fazia a renovação do contrato com a empresa a cada seis meses. 

O último vínculo encerrou há um mês e o governo garante que tinha planos de assinar uma nova prorrogação. Conforme o secretário, a prefeitura aguardava apenas mais dois orçamentos para cumprir uma exigência legal.

O problema, segundo o secretário de Planejamento do município, Fabiano dos Santos, é que nenhuma nova empresa teria apresentado cotação, o que estaria provocando a demora na assinatura da renovação, e por isso a empresa Expresso Presidente estava operando sem contrato. 

Ele conta que essa não teria sido a primeira vez que isso ocorreu, mas a empresa sempre manteve o serviço. Porém, na última sexta-feira (1º) à tarde a prefeitura teria sido notificada da decisão da empresa de deixar de atuar na cidade a partir de segunda (4).

Continua depois da publicidade

— A empresa tem o direito de não querer seguir prestando o serviço, mas não esperávamos que seria assim. Quem sabe se tivessem nos dado um prazo para encontrar outra alternativa — lamenta o secretário.

A Expresso Presidente aponta a demora na renovação do contrato como um dos fatores que levou ao fim das atividades em Indaial. A empresa cita ainda que tentou conversar com a prefeitura para chegar a uma solução, mas não teve retorno da Secretaria de Planejamento.

Leia também

Natal de Blumenau quer abrir espaço para personagens infantis famosos

Fitub oferece espetáculos teatrais gratuitos em Blumenau; veja programação

Com trilhas e santuários, SC terá rota de turismo religioso e espera estimular economia

TV da Câmara de Vereadores de Blumenau interrompe a transmissão das sessões

Destaques do NSC Total