nsc
dc

Saúde

Três pacientes de Manaus recebem alta após tratamento contra Covid-19 em Florianópolis

Outos oito pacientes do Amapá seguem hospitalizados na Capital catarinense

11/02/2021 - 08h00 - Atualizada em: 11/02/2021 - 16h56

Compartilhe

Joana
Por Joana Caldas
Dois pacientes voltaram a Manaus ainda na quarta-feira; o terceiro embarca nesta quinta (11)
Dois pacientes voltaram a Manaus ainda na quarta-feira; o terceiro embarca nesta quinta (11)
(Foto: )

Três pacientes de Manaus que foram transferidos para o Hospital Nereu Ramos, em Florianópolis, tiveram alta após se curarem de Covid-19, segundo a Secretaria da Saúde de Santa Catarina. Dois deles embarcaram de volta para o Amazonas na noite desta quarta-feira (10) e uma mulher deixará o estado catarinense nesta quinta (11). 

>Opinião: Caos da Covid-19 em Manaus é o resumo de um Brasil doente

Outros oito pacientes do estado do Norte do país seguem internados com Covid-19 em hospitais de Florianópolis. O grupo de 11 pessoas chegou em Santa Catarina na madrugada de 31 de janeiro. 

Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

O governo catarinense ofereceu leitos para amenizar o cenário de colapso vivido no Amazonas. Eles têm entre 33 e 55 anos e foram colocados inicialmente em leitos de enfermaria, já que não precisavam de cuidados intensivos. Porém, um paciente foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nereu Ramos.

Ana Simone
Ana Simone
(Foto: )

André Carlos Chaves, 40 anos, e Ana Simone Assunção, 45, embarcaram para Manaus na noite desta quarta.

- Tenho dois filhos, um rapaz de 13 e uma menina de 5 anos, eles que me dão força. Vou ter oportunidade de de matar essa saudade. Estou retornando para casa curada, bem, respirando, que é o mais importante, e deu tudo certo - disse Ana Simone.

> Opinião: Covid em Manaus prova que é inaceitável permitir contaminação sem limite

A paciente Ruth Vieira de Araújo, de 55 anos, é quem vai embarcar na quinta, em voo custeado pelo Ministério da Saúde. Ela afirmou que o maior medo ao ser transferida para um estado localizado a milhares de quilômetros de casa era o de ficar sozinha. Porém, ela contou que recebeu o carinho de catarinenses.

Ruth Araújo
Ruth Araújo
(Foto: )

- Recebemos cartinhas de pessoas, um padre nos mandou um vídeo, nunca me senti tão amada, acarinhada por pessoas que eu nem conhecia. As pessoas são muito amáveis, obrigada - disse.

Também houve agradecimentos por parte dos profissionais de saúde de Santa Catarina.

- Tudo que eles trouxeram para nós foi muito aprendizado. Assim como eles são gratos à gente, somos gratos a eles porque nos proporcionou essa reflexão, de fazer um bom trabalho [...] deixá-los bem para voltarem a suas famílias - disse a enfermeira Thamy Corregio.

Colunistas