nsc
dc

REGIÃO OESTE

Troca de corpos de bebês mortos em Chapecó é investigada pela polícia

O caso ocorreu em um hospital da cidade e pegou de surpresa as famílias das crianças

18/11/2020 - 17h28 - Atualizada em: 18/11/2020 - 18h22

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Foto meramente ilustrativa
Polícia Civil abriu investigação, mas ainda não dá mais detalhes sobre o caso
(Foto: )

Duas famílias tiveram os bebês trocados em um hospital de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, antes dos corpos serem liberados para os enterros das crianças, na segunda-feira (16). O fato ocorreu no Hospital Regional do Oeste e é investigado pela Polícia Civil.

>> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

> Menino de 5 anos morre atropelado por caminhão em Penha

> Mulher leva tiro e tem parte do corpo incendiado após ser sequestrada por grupo de homens em Palhoça

De acordo com nota enviada pela polícia, a investigação foi até o hospital, onde colheu informações, mas não chegou a uma conclusão até esta quarta-feira (18). Até aqui, foi apurado que ocorreu um equívoco na liberação dos corpos para os sepultamentos, mas as circunstâncias e a autoria ainda não foram esclarecidas. 

Outros detalhes não foram revelados pela polícia, segundo a nota, "para garantia da eficiência de eventuais diligências investigativas e visando à preservação das famílias envolvidas".

A reportagem apurou que uma das famílias reside em Caxambu do Sul, no Oeste de SC. A gestante, mãe de uma das crianças trocadas, também morreu no hospital. A outra família não foi indentificada.

> Aviso de foto fofinha: você tem um minuto para o banho de ofurô dos bebês do Hospital Santo Antônio?

A assessoria do Hospital Regional do Oeste informou que a administração da unidade abriu sindicância no mesmo dia do fato para apurar o que ocorreu no local.

Leia também

> Hospital de Florianópolis troca corpos e assessor parlamentar é enterrado por engano

> Durante velório, família descobre troca de corpo de parente em São Francisco do Sul

> Fogos de artifício com barulho são proibidos para preservar pessoas com autismo e animais em Chapecó

> Jaguatirica atropelada se recupera e é solta em Chapecó; veja vídeo

Colunistas