nsc
dc

NO SUL DE SC

Tubarão decide decretar ‘lockdown’ para tentar conter avanço do coronavírus

Decisão tomada nesta terça (14) prevê fechamento de atividades não essenciais inicialmente por 9 dias

15/07/2020 - 07h17 - Atualizada em: 15/07/2020 - 09h03

Compartilhe

Por Guilherme Simon
Hospital de Tubarão
Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, está com a capacidade de atendimento no limite
(Foto: )

A Prefeitura de Tubarão, no Sul catarinense, decidiu decretar lockdown para tentar conter o avanço do coronavírus. Com a medida, todas as atividades não essenciais devem ser fechadas. 

> SC tem 8,4 mil pacientes ativos para coronavírus, número mais alto da pandemia

A expectativa é que as outras 17 cidades da região adotem a mesma medida. Uma coletiva de imprensa reunindo prefeitos e secretários de saúde está marcada para as 10h desta quarta-feira (15).

A intenção é que as novas restrições comecem a valer a partir desta quinta-feira (16), inicialmente por 9 dias. 

A decisão de Tubarão foi tomada após uma reunião do comitê de crise do município nesta terça (14) e anunciada pela prefeitura a entidades empresariais e vereadores. O anúncio oficial, com mais detalhes sobre as medidas, será feito na coletiva desta quarta-feira (15).

A medida ocorre por conta do aumento de casos de Covid-19 e da pressão ao sistema de saúde, que chega perto do limite. O nível de risco para o coronavírus na região, conforme o Governo de Santa Catarina, é considerado gravíssimo.

Segundo dados da Prefeitura de Tubarão, o número de infectados pela Covid-19 saltou de 542 para 944 nos últimos 10 dias. A cidade soma sete mortes pela doença.

> Decreto em Blumenau sugere que pessoas evitem abraços, beijos e apertos de mão no trabalho

As outras 17 cidades que compõem a chamada região da Amurel, como Laguna e Imbituba, também vão anunciar novas medidas de restrição nesta manhã. A expectativa é de que as cidades acompanhem a decisão de Tubarão e também decretem o fechamento das atividades não essenciais.

Colunistas