nsc
dc

Luto

"Um oásis de sorriso": Morte de Magro Lima comove colegas e ouvintes do Pretinho Básico

O produtor e comunicador da Rádio Atlântida morreu, aos 42 anos, vítima da Covid-19

22/08/2021 - 15h52 - Atualizada em: 23/08/2021 - 20h13

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
Marco Lazzarotto, o Magro Lima, morreu aos 42 anos
Marco Lazzarotto, o Magro Lima, morreu aos 42 anos
(Foto: )

A morte precoce do produtor e comunicador da rádio Atlântida, Marco Lazzarotto, o Magro Lima, comoveu colegas e ouvintes do programa Pretinho Básico. Diversas homenagens foram prestadas nas redes sociais por aqueles que o conheciam de perto e quem só o conhecia pela rádio, mas se sentia seu amigo próximo.   

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

> Magro Lima: em homenagem, Atlântida RS fica sem locução nesta segunda-feira

Vítima da Covid-19, Magro Lima morreu aos 42 anos, deixando a esposa, Lisangela Preissler, e o filho Fernando, que completa 6 anos em outubro. Mas a perda do comunicar partiu o coração não somente de familiares e amigos, como também dos ouvintes da rádio que o acompanhavam todos os dias. 

— Quando escutamos alguém quase que diariamente nós ouvintes acabamos nós sentindo próximo dos comunicadores, e essa perda dói muito — escreveu um ouvinte. 

> Quem são os famosos reinfectados por Covid-19

Um cara inteligente com sorriso contagiante

"O cara mais inteligente que já pisou por aqui", como descreveu a conta ofical do Pretinho Básico no Instagram, nasceu em março de 1979. Marco Lazzarotto era formado em Publicidade e Propaganda e, desde 2006, atuava no Grupo RBS. Iniciou sua carreira na empresa como analista de Marketing e, posteriormente, assumiu como coordenador e gerente da área. 

Ele também esteve à frente de programas da Atlântida – atualmente, era produtor e comunicador do Pretinho Básico.  

O jornalista da Gaúcha Zero Hora, Diogo Oliveira, comentou que a energia de Magro lima, contagiava os colegas: "Nesse mundo de ódio, o Magro era um oásis de sorriso que nos energiza no rádio".  

Em janeiro desde ano, Magro dividiu com os ouvintes do programa a informação de que há três anos estava enfrentando uma doença neurológica sem precedentes. A doença afeta a parte neuromuscular do corpo e causa enrijecimento dos músculos, podendo afetar a mobilidade e a fala, como no caso do comunicador. 

Veja o programa em que Magro Lima falou da doença:

Leia também

Efeitos colaterais da Pfizer; veja os sintomas mais relatados

Pode beber depois de tomar a vacina da Covid-19?

Crianças devem ser vacinadas contra a Covid-19?

Eficácia das vacinas contra as variantes da Covid-19

Alargamento da faixa de areia em Balneário Camboriú; veja ao vivo

Caso Vanessa: crime em Joinville é tratado como feminicídio e polícia aponta suspeitos​

Colunistas