nsc
hora_de_sc

Educação

Volta às aulas presenciais é adiada em Florianópolis por agravamento da pandemia

Retorno das atividades na rede municipal foi transferido para o dia 24 de março

03/03/2021 - 09h49 - Atualizada em: 03/03/2021 - 14h15

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Retorno estava previsto para a próxima quarta-feira (10) na rede municipal
Retorno estava previsto para a próxima quarta-feira (10) na rede municipal
(Foto: )

O retorno das aulas presenciais na rede municipal de Florianópolis foi adiado para o dia 24 de março. As atividades voltariam a partir da próxima quarta-feira (10). Segundo a prefeitura, a decisão foi tomada em função da grave situação do contágio pelo novo coronavírus na região.

O objetivo é diminuir a circulação de pessoas nas ruas e no transporte coletivo. Atualmente, as aulas da rede municipal já estão acontecendo de maneira virtual. A prefeitura distribuiu chips de internet com 20GB mensais para todos os alunos e professores que compõem as escolas municipais de Florianópolis.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

O cronograma da prefeitura previa um retorno presencial gradativo a partir do dia 10 de março. O modelo mistura atividades nas escolas e também online. O objetivo era que até o dia 9 de abril todas as unidades já estivessem adotado o formato. Segundo a diretora de educação fundamental da prefeitura, Raquel Valduga Schöninger, a data se mantém. Ela reforça que a rede municipal iniciou o ano letivo no dia 10 de fevereiro.

— Nós estamos com atendimento não presencial desde o primeiro dia letivo. São atividades na nossa plataforma virtual e impressas. Nós alteramos o início gradativo dos nossos ensino híbrido, que seriam essas alternâncias das semanas, para o dia 24 de março — comenta Raquel.

Segundo a prefeitura, a rede municipal atende cerca de 32.500 estudantes, somando os da educação infantil, do ensino fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O anúncio acontece num momento crítico da pandemia em SC. Florianópolis já confirmou mais 59 mil casos e registrou 501 óbitos pela Covid-19. Até terça-feira (2), a Capital tinha 3.368 infectados considerados ativos, que são pacientes que podem transmitir o vírus.

Os hospitais da região também enfrentam problemas em relação à pandemia. A rede hospitalar estava com 96% dos leitos ocupados, de acordo com a última atualização do painel de leitos da Secretaria de Estado da Saúde.

> Professores são afastados com sintomas de coronavírus em escola de Joinville

A rede estadual retornou às atividades presenciais no dia 18 de fevereiro após 11 meses de aulas remotas. Ainda naquele mês, a rede privada também voltou a atender os alunos nos colégios.

O retorno das aulas segue uma série de protocolos de segurança como uso obrigatório de máscaras para maiores de 6 anos, medição de temperatura na entrada e utilização de álcool gel por alunos, professores e servidores.

Confira como foi a volta às aulas na rede estadual de SC

Leia mais:

Hospital de Xanxerê alerta: "Vamos começar a perder vidas, a comunidade precisa estar preparada"

Mais 91,2 mil doses da CoronaVac chegam a SC nesta quarta

Vacinação de profissionais de academias contra Covid-19 causa polêmica em cidades de SC

Colunistas