nsc
nsc

Patinhas na areia

Cachorros estão proibidos na praia alargada em Balneário Camboriú e provocam campanha nacional

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
15/12/2021 - 12h42 - Atualizada em: 16/12/2021 - 12h34
Perfil @manas_aventureiras está entre os que aderiram à campanha
Perfil @manas_aventureiras está entre os que aderiram à campanha (Foto: Arquivo pessoal/Instagram /@manas_aventureiras)

Uma campanha nas redes sociais quer sensibilizar a prefeitura de Balneário Camboriú para que autorize a permanência de cachorros nas praias. Lançada em resposta à instalação de mais de 100 placas que indicam a proibição de circulação de animais na faixa de areia recém-alargada da Praia Central, a hashtag “vaitercachorronapraiasimsc” reúne fotos de cães de todo o país, em defesa da liberação.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Os “ativistas” são de todos os tamanhos e estilos. Golden retrievers, poodles, beagles, samoiedas e sorridentes vira-latas. Entre eles estão alguns perfis "influencers", com milhares de seguidores nas redes sociais. O texto, compartilhado junto com cada uma das fotos, aponta que houve exagero na ação de repressão aos cachorros imposta pela prefeitura – e sugere uma reflexão sobre a proibição às patinhas na areia.

Passar o Réveillon em Balneário Camboriú pode custar tão caro quanto em Paris ou Nova York

“Hoje as leis proíbem a circulação dos cães em quase todas as praias do Brasil, mas essa proibição faz realmente sentido no segundo país que mais tem cães no mundo? ”

“A exemplo do que já acontece e funciona em outros países, nossa sugestão é a criação de faixas de areia destinadas a circulação pet e regras de convivência aos responsáveis pelos cães (como recolher os dejetos do seu cão)”.

Cães e gatos resgatados em rodovia de SC foram abandonados por concessionária, diz Procon

A secretária de Meio Ambiente de Balneário Camboriú, Maria Heloísa Lenzi, não considera que as mais de 100 placas que indicam que são proibidos animais na faixa de areia sejam um exagero. Segundo ela, o número leva em conta a dimensão atual da orla, que foi triplicada com as obras de alargamento. A ideia é que os tutores não possam dizer que não viram a placa sobre a proibição – o que, segundo ela, é um argumento muito comum quando abordados pela fiscalização.

Balneário Camboriú contrata instalação de dunas e restinga na praia por R$ 1,2 milhão

Maria Heloísa diz que um dos motivos para a proibição são “questões de higiene”.

- Não temos pessoas educadas pra recolher fezes e areia onde os animais fazem seus dejetos. O outro ponto, que nasce no Conselho de Proteção Animal, é que a praia é um ambiente ruim para o animal e o poder público tem que zelar por todos. O cachorro pode comer restos de animais marinhos, pode ter queimadura de pele, ter insolação. O Conselho de Medicina Veterinária não aconselha, isso as pessoas têm que entender – diz.

A secretária afirma que Balneário Camboriú “é uma cidade pet friendly” e que o projeto de reurbanização do calçadão da Avenida Atlântica prevê 14 novos dog parks na orla – mas longe da areia.

Destinos de SC estão entre os mais procurados do Brasil para Natal e Réveillon

Praias famosas já permitem cachorros

A campanha pela liberação dos cachorros na Praia Central de Balneário Camboriú vem na esteira da liberação de praias para cães em outros destinos turísticos famosos no país. O caso mais recente é o de Santos (SP), onde eles terão a permanência autorizada em algumas praias, em um projeto-piloto. Ao longo dos primeiros seis meses de vigência das novas regras, a prefeitura fará um acompanhamento da saúde dos animais, da qualidade da água e da areia nos locais demarcados.

No Rio de Janeiro (RJ) e em Natal (RN), leis já autorizam há mais tempo a presença de cães nas praias junto com os donos. Entre as regras estabelecidas, está a exigência de portar certificado de vacinação e vermifugação, físico ou digital.

Em 2020, um projeto de lei do vereador David La Barrica (Patriota) tentou delimitar espaços nas praias de Balneário Camboriú para a liberação de cachorros acompanhados dos tutores. Mas a proposta foi barrada pela Comissão de Justiça e Redação, e acabou arquivada.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais

Efeitos colaterais da terceira dose da Pfizer; veja reações mais relatadas

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Prédio mais alto da América do Sul tem Neymar, Luan Santana e números recordes em Balneário Camboriú

Polêmico, uso de fuzis por Guardas Municipais chega a SC

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas