nsc
nsc

Pandemia

Navio de cruzeiro com casos de Covid-19 a bordo é barrado em Balneário Camboriú

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
28/12/2021 - 17h49 - Atualizada em: 29/12/2021 - 08h44
Passageiros foram impedidos de descer em Balneário Camboriú
Passageiros foram impedidos de descer em Balneário Camboriú (Foto: Patrick Rodrigues)

Passageiros do navio de cruzeiro MSC Splendida, que fez escala em Balneário Camboriú nesta terça-feira (28), foram impedidos de descer da embarcação. A decisão foi tomada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) porque há casos de Covid-19 confirmados a bordo. Segundo informações apuradas pela coluna, pelo menos 14 pessoas testaram positivo desde segunda-feira – 12 tripulantes e dois passageiros.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Navio de cruzeiro com casos de Covid-19 a bordo é autorizado a deixar Balneário Camboriú

De acordo com as regras estabelecidas da Anvisa, os tripulantes dos navios de cruzeiro que estão navegando na costa brasileira não podem descer em nenhuma uma das escalas, como medida extra de segurança sanitária. Já os passageiros podem sair livremente a cada parada do navio -o que não foi autorizado desta vez.

Bares privatizaram praias em SC; MPF está de olho no loteamento da faixa de areia

A secretária de Saúde de Balneário Camboriú, Leila Crocomo, informou que equipes estiveram no navio nesta terça e coletaram amostras, que serão enviadas ao Lacen para análise e, se for o caso, identificação genômica. A Secretaria de Estado da Saúde informou, em nota, que a Superintendência de Vigilância em Saúde (SUV) está acompanhando a situação. "Os casos suspeitos de Covid-19 estão sendo investigados e monitorados pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) em conjunto com a Regional de Saúde de Itajaí e o município de Balneário Camboriú".

Durante a noite, o transatlântico foi autorizado a deixar Balneário Camboriú. Segundo fontes ouvidas pela coluna a Anvisa não trata a situação como quarentena, por isso não haveria impedimento para seguir viagem.

Passar o Réveillon em Balneário Camboriú pode custar tão caro quanto em Paris ou Nova York

Segunda onda de casos

O mesmo navio registrou contaminações por Covid-19 a bordo na viagem que terminou no último domingo (26), em Santos (SP). Segundo informação publicada pelo G1, foram confirmados 15 casos entre passageiros e cinco entre tripulantes, que desembarcaram do transatlântico e ficaram em isolamento em um hotel.

Ainda no domingo, o navio passou por desinfecção e foi autorizado a iniciar uma nova viagem, em direção a Santa Catarina. Em nota enviada na terça à noite, a Anvisa informou que "segue avaliando a situação a bordo e a necessidade de medidas sanitárias cabíveis. Destaca-se que conforme previsão legal, o trabalho de investigação e monitoramento da situação de saúde a bordo ocorre de forma coordenada com a participação dos órgãos de saúde local e o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) de Santa Catarina".

A Anvisa também informou que "casos suspeitos e positivados detectados durante a viagem, ou seja, em alto mar, devem ser necessariamente isolados dos demais passageiros enquanto durar a viagem", e que "cabe à operadora do cruzeiro (e não à Anvisa) prestar a assistência necessária ao viajante durante o período de isolamento a bordo".

Ainda de acordo com a agência, as informações sobre a situação da saúde a bordo são prestadas diariamente pelas operadoras de cruzeiros. Em casos positivos para Covid-19, os viajantes e seus contatos assinam termo no qual se comprometem a dar continuidade ao isolamento pelo período necessário, e as secretarias de saúde das cidades de destino são alertadas para que possam monitorar o isolamento.

A coluna também entrou em contato com a operadora MSC Cruzeiros, que ainda não se manifestou.

As viagens de transatlântico foram retomadas em novembro, depois de quase dois anos de paralisação na América do Sul. O protocolo da Anvisa inclui a exigência de que todos a bordo estejam com o esquema de vacinação completo, e sejam submetidos a testes de Covid-19 antes de embarcar. Os navios também estão operando com capacidade reduzida.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais

Prefeitos avaliam negociar vacinas para crianças com a Pfizer

Caravelas-portuguesas invadem Litoral Norte de SC; espécie é mais perigosa que água-viva

Quanto custa alugar um apartamento de luxo em Balneário Camboriú no verão

Efeitos colaterais da terceira dose da Pfizer; veja reações mais relatadas

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas