nsc
nsc

Análise

O que está por trás do aceno de Luciano Hang a Sergio Moro

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
18/12/2021 - 09h44
Hang e Moro em evento em SC, no início do governo Bolsonaro
Hang e Moro em evento em SC, no início do governo Bolsonaro (Foto: Tiago Ghizoni, Arquivo NSC)

O empresário Luciano Hang fez um elogio ao ex-juiz Sergio Moro (Podemos) nas redes sociais e irritou bolsonaristas. Deu “parabéns” ao ex-ministro por um vídeo em que ele questionou falas do ex-presidente Lula (PT) a respeito da Operação Lava Jato. Não é a primeira vez que o bilionário catarinense se envolve em polêmica por algum aceno público ao ex-ministro da Justiça.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Em abril de 2020, quando Moro deixou o governo denunciando o presidente Jair Bolsonaro (PL) por interferência na Polícia Federal, Hang publicou um agradecimento a Moro nas redes sociais: "Obrigado por tudo que você fez pelo nosso país. Gerações e gerações lembrarão do seu legado. O povo brasileiro estará sempre ao seu lado. Estamos juntos"

Diante do burburinho que a publicação causou, no dia seguinte Hang se manifestou dizendo que permanecia fiel ao presidente da República.

Como os deputados de SC votaram no fundão eleitoral

Hang faz aceno a Moro
Hang faz aceno a Moro
(Foto: )

O fato é que o empresário sempre demonstrou ter simpatia pelo ex-juiz. No verão de 2020, os mesmos aviões financiados por Hang que sobrevoavam as praias de SC com faixas que atacavam Lula – o que acabou em ação na Justiça, movida pelo ex-presidente – também levavam mensagens elogiosas a outro personagem da política. Não Bolsonaro, mas Sergio Moro. Uma faixa que chamava o ex-ministro de “herói nacional” cortou o céu em Balneário Camboriú durante um encontro de empresários, que reuniu a nata do PIB bolsonarista nacional em um arranha-céu na Avenida Atlântica, em janeiro de 2020. As fotos circularam em todo o país.

Passar o Réveillon em Balneário Camboriú pode custar tão caro quanto em Paris ou Nova York

O mais novo aceno de Hang a Moro, bem mais discreto, é um movimento que contraria Bolsonaro, para quem o ex-juiz é atualmente um alvo preferencial. O lavajatismo e a antipolítica, representados pelo ex-ministro, ajudaram a eleger Bolsonaro e ainda captam uma parte do eleitor do presidente - a ponto do ministro Paulo Guedes ter chamado Moro de poupança de votos para o segundo turno, como registrou a coluna de Monica Bergamo.

Luciano Hang trocou helicóptero por chocolate

Mas olhemos para Hang. Ao fazer a referência pública ao ex-juiz, o que empresário mais identificado com o bolsonarismo aponta duas possibilidades. Uma delas seria um descolamento de Bolsonaro – o que as fontes mais próximas dele descartam completamente. A outra seria um indicativo de que Hang já escolheu seu caminho na política, e ele não incluiria a candidatura em 2022. Ao ficar em cima do muro, o empresário manteria a posição que ele gosta de chamar de “ativista”, defendendo as pautas que escolher sem ficar atrelado a amarras – e fidelidades - partidárias.

Se for mesmo essa a decisão, ela impacta na corrida pelo Senado em SC e deve encorajar novos candidatos a saírem da toca. Os próximos movimentos dirão se essa tendência se confirma. Por enquanto, o que se pode dizer do aceno de Hang é que Sergio Moro curtiu.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais

Prefeitos avaliam negociar vacinas para crianças com a Pfizer

Caravelas-portuguesas invadem Litoral Norte de SC; espécie é mais perigosa que água-viva

Quanto custa alugar um apartamento de luxo em Balneário Camboriú no verão

Efeitos colaterais da terceira dose da Pfizer; veja reações mais relatadas

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas