nsc
nsc

Análise

Recuo de Bolsonaro no PL embaralha disputa pelo governo de SC

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
16/11/2021 - 14h39 - Atualizada em: 16/11/2021 - 14h40
Presidente Jair Bolsonaro suspendeu filiação ao PL
Presidente Jair Bolsonaro suspendeu filiação ao PL (Foto: Carolina Antunes, PR)

O senador Jorginho Mello participa em Brasília, nesta quarta-feira (17), do encontro convocado pelo presidente do PL, Valdemar Costa Neto, com todas as executivas estaduais para falar sobre a situação entre o partido e o presidente Jair Bolsonaro. A reunião já estava agendada antes do adiamento do ato de filiação do presidente – episódio temperado por uma troca de mensagens pouco edificantes no meio da madrugada, que terminou mal.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Jorginho, para quem a adesão de Bolsonaro ao PL equivale a tentar um atalho para o segundo turno, está convicto de que o recuo foi temporário. Diz que o presidente vai se filiar nos próximos dias e não acredita que voltará atrás no acordo com o partido. Segundo a colunista Andréia Sadi, da GloboNews, o PL, no entanto, já teria avisado aos demais parceiros do Centrão que, se o namoro com Bolsonaro desandar, vai liberar os estados para as costuras e apoios que quiserem. A favor, ou contra o governo.

O encontro entre Moisés e Rodrigo Pacheco na Escócia

Bolsonaro no PL era tudo o que Jorginho poderia querer. Levar o mesmo número do presidente para a urna não serve apenas como chamariz certeiro para o eleitor bolsonarista - ainda que o Bolsonaro resista em abraçar abertamente candidaturas nos estados. Também vinha fazendo do partido uma opção para deputados estaduais e federais dissidentes do PSL, que têm uma base eleitoral e estão em busca de uma nova legenda. Caso o noivado entre Bolsonaro e o PL acabe de vez, tudo muda.

Improvável entre Lula e Ciro, aliança de PT e PDT avança em SC

Se o presidente optar pelo PP, como vinha considerando, a provável candidatura de Esperidião Amin voltará a fazer sombra sobre o projeto de Jorginho – o que zera o jogo e reposiciona as peças no tabuleiro. Os dois senadores disputarão votos do mesmo eleitor, e mexerão com as demais composições.

A esta altura, o mais provável é que Bolsonaro ganhe tempo e cozinhe todo mundo em banho-maria até o ano que vem.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais:

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Prédio mais alto da América do Sul tem Neymar, Luan Santana e números recordes em Balneário Camboriú

Polêmico, uso de fuzis por Guardas Municipais chega a SC

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas