nsc
nsc

Mercado

SC tem 4 das 10 cidades mais caras do Brasil para comprar imóvel

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
18/01/2022 - 16h58 - Atualizada em: 18/01/2022 - 17h00
Balneário Camboriú está em 3º lugar entre os imóveis mais caros do país
Balneário Camboriú está em 3º lugar entre os imóveis mais caros do país (Foto: Cleiton Marcos de Oliveira, Divulgação prefeitura BC)

O índice Fipezap fechou o ano de 2021 com quatro catarinenses entre as 10 cidades com os imóveis mais caros do Brasil, considerando o valor do metro quadrado. O levantamento é feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas em parceria com a Zap+, e considera o preço de imóveis anunciados em 50 municípios brasileiros – incluindo as capitais.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Na pesquisa de dezembro, publicada neste mês, Balneário Camboriú aparece em 3º lugar, com preço médio de R$ 9.358 por metro quadrado e atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, que lideram a lista. 

Itapema vem logo em seguida, em 4º lugar no ranking, com R$ 8.856 o metro quadrado. A cidade do Litoral Norte ultrapassou Brasília desde o último levantamento, em setembro. Florianópolis aparece em 6º lugar (R$ 8.582 por m²) e Itajaí em 8º (R$ 7.909 por m²).

Metro quadrado mais caro do Brasil

1. São Paulo (SP) - R$ 9.708

2. Rio de Janeiro (RJ) - R$ 9.650

3. Balneário Camboriú (SC) - R$ 9.358

4. Itapema (SC) - R$ 8.856

5. Brasília (DF) - R$ 8.788

6. Florianópolis (SC) - R$ 8.582

7. Vitória (ES) - R$ 8.562

8. Itajaí (SC) - R$ 7.909

9. Barueri (SP) - R$ 7.748

10. Curitiba (PR) - R$ 7.518

Alta acima da média

Em média, o preço dos imóveis residenciais no Brasil teve alta de 5,29% em 2021, conforme o FipeZap. É o maior reajuste desde 2014, quando o aumento foi de 6,7%. 

Em Santa Catarina, os percentuais foram ainda mais expressivos. O Estado concentra os maiores índices de valorização do país ao longo do ano passado: Itajaí teve o melhor resultado, com +23,77%, seguida de Itapema, com 23,57%, e Balneário Camboriu, com +21,21%. As três cidades têm um alto índice de atividade da construção civil e um crescente mercado especializado em investimentos.

Balneário Camboriú tem "disputa" de Cristiano Ronaldo e xeiques árabes por cobertura de R$ 50 milhões

- A valorização dos imóveis em 2021 ultrapassou 50% em alguns empreendimentos e na média registramos dados acima dos 30% - diz o empresário Jean Graciola, presidente da FG Empreendimentos, de Balneário Camboriú.

A construtora ultrapassou em 70% a meta de vendas do ano passado. Somente no último trimestre de 2021, a companhia comercializou 250% a mais do que no mesmo período em 2020.

Maior prédio da América do Sul em Balneário Camboriú ganha revestimento de iate de luxo

De forma geral, o mercado de luxo vem registrando altas cifras de negociação no Brasil e não sentiu os impactos da pandemia. A alta do dólar e os juros mais baixos, em 2020 e 2021, aumentaram o interesse dos investidores por imóveis – o que fez com que as construtoras especializadas acelerassem o ritmo de lançamentos.

Prédio com floresta suspensa é o primeiro de SC a ter selo de projeto sustentável

Segundo dados da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), as vendas de imóveis de alto padrão subiram 32% em 2021. A alta demanda começou a ser percebida ao longo de 2020, especialmente a partir do segundo semestre, e seguiu ao longo do todo o ano de 2021.

- Ainda ocasionada pela pandemia, a busca por imóveis de melhor localização e estrutura para um viver bem é intensa. No mercado de melhor padrão, é comum ouvir que “a disponibilidade está pequena”, já que estão sendo vendidas as melhores posições. Mesmo com a alta dos preços por causa da economia volátil atual, e esta demanda histórica, quem pode e quer se mudar, analisa e compra – avalia Patrícia Hartmann, que é gerente comercial da WOA Empreendimentos Imobiliários, em Florianópolis.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais

Caravelas-portuguesas invadem Litoral Norte de SC; espécie é mais perigosa que água-viva

Quanto custa alugar um apartamento de luxo em Balneário Camboriú no verão

Efeitos colaterais da terceira dose da Pfizer; veja reações mais relatadas

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas