nsc
nsc

Flagrante

Vídeo mostra ameaça a jornalista do The Intercept Brasil em Balneário Camboriú; assista

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
12/01/2022 - 15h51
Câmeras de monitoramento registraram momento em que Leandro Demori foi ameaçado
Câmeras de monitoramento registraram momento em que Leandro Demori foi ameaçado (Foto: Reprodução)

Câmeras de segurança voltadas para a Avenida Brasil, em Balneário Camboriú, registraram o momento em que o jornalista Leandro Demori, editor-executivo do site The Intercept Brasil, foi seguido e ameaçado por um homem no último domingo (9). Demori estava acompanhado da mulher e do filho de três anos quando foi abordado. O homem disse ao jornalista “se liga que a vida do teu filho depende de ti”.

Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

As imagens obtidas pela coluna mostram que o autor da ameaça caminha a poucos metros de Demori e sua família. Eles tinham acabado de sair de uma mercearia nas proximidades. As câmeras registraram o momento em que o homem se aproxima, toca no ombro do jornalista e fala com ele.

O autor da ameaça foi identificado pela Polícia Militar na segunda-feira (10), mas a identidade ainda não foi divulgada. Na terça, Demori prestou depoimento na Delegacia da Polícia Civil, que está responsável pelas investigações.

Ameaçado em SC, jornalista do The Intercept Brasil depõe na Polícia Civil

Vaza Jato

O jornalista Leandro Demori foi o responsável por coordenar a série de reportagens Vaza Jato, que apontaram ilegalidades na condução da Operação Lava Jato. Alvo de ameaças, ele costuma estar acompanhado de seguranças. Em 2019, a Organização das Nações Unidas (ONU) recomendou ao governo brasileiro que lhe oferecesse proteção – o que não ocorreu.

Nesta terça, a OAB Santa Catarina e a Associação Catarinense de Imprensa (ACI) publicaram nota de repúdio à violência sofrida por jornalistas e em defesa da liberdade de expressão. O comunicado diz que atentados aos direitos fundamentais enfraquecem a democracia. 

“O Estado Democrático de Direito implica que veículos de comunicação e jornalistas tenham autonomia para externar seus posicionamentos, a fim de que todo cidadão e cidadã tenha acesso a informação e também possa manifestar-se livremente, oportunizando a todos o debate e o contraditório”. 

As entidades informaram estarem “vigilantes e atentas” às denúncias, e se colocam à disposição para medidas judiciais, se necessário.

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) classificou como preocupante a “escalada da agressividade direcionada aos profissionais em razão do trabalho que realizam de informar, apurar e fiscalizar o poder público, as figuras de interesse público e as instituições”.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais

Caravelas-portuguesas invadem Litoral Norte de SC; espécie é mais perigosa que água-viva

Quanto custa alugar um apartamento de luxo em Balneário Camboriú no verão

Efeitos colaterais da terceira dose da Pfizer; veja reações mais relatadas

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas