nsc
nsc

Maus-tratos

Abandono de cachorro causa indignação em Içara, no Sul de SC

Compartilhe

Denis
Por Denis Luciano
13/08/2021 - 14h54 - Atualizada em: 13/08/2021 - 20h53
O cão abandonado vagando por rodovia de Içara
O cão abandonado vagando por rodovia de Içara (Foto: Divulgação)

O abandono de um cachorro da raça chow-chow em uma rodovia de Içara, no Sul de Santa Catarina, causou grande repercussão na cidade de 57 mil habitantes vizinha a Criciúma. Houve flagrante da ocorrência por câmeras instaladas nas proximidades e os responsáveis pelo carro registrado nas imagens foram identificados pela Polícia Militar (PM). O caso aconteceu na manhã desta sexta-feira (13).

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

— Estamos indignados. As câmeras, que gravaram a imagem com a placa do carro, a PM foi rápida — afirma o presidente da ONG Amigo Bicho, Vitor Valentim. 

Ele aponta quem seria o possível responsável pelo abandono. 

— Seria uma mulher que, inclusive, é servidora da prefeitura — destaca. 

A PM ainda não confirma a autoria, embora a prefeitura de Içara tenha emitido nota reconhecendo que o caso envolve uma servidora municipal.

O abandono aconteceu pouco antes das 9h desta sexta (13) na ICR-257, na localidade de Vila São José, nas proximidades da Via Rápida. 

— É uma zona rural, com poucas casas. O animal foi deixado ali de propósito para morrer abandonado — afirma o representante da ONG. 

Ao identificar o veículo, a PM se dirigiu até a residência dos responsáveis pelo cachorro. Ao chegar na casa da família, os policiais obtiveram a informação de que a servidora teria saído com o carro, conforme o seu marido. Ela, porém, apresentou outra versão, de que estava no dentista no momento da ocorrência. 

> Dinheiro extra do FGTS? Veja quem vai receber, quando e como sacar

A imagem do vídeo não identifica com clareza que a pessoa que abre a porta do carro para a saída do cachorro é um homem ou uma mulher. De qualquer modo, ela foi encaminhada à delegacia de Polícia Civil para prestar eslarecimentos.

O que diz a prefeitura

A prefeitura de Içara emitiu uma nota nesta tarde. Nela, é referido o fato de a possível autora do crime de abandono ser vinculada ao Município, e que providências serão tomadas a partir da conclusão dos procedimentos pela polícia. 

"O Governo Municipal de Içara esclarece que repudia todo e qualquer tipo de maus tratos e abandono de animais. A respeito do episódio que envolve o veículo de uma servidora na manhã desta sexta-feira, dia 13, acrescenta que ainda não teve acesso ao procedimento conduzido pela polícia e, após isso, irá tomar as medidas cabíveis ao caso.

Ao mesmo tempo, o Governo Municipal de Içara mobilizou a Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundai) para imediatamente resgatar o animal, o que foi feito com sucesso. O trabalho de resgate foi acompanhado por um familiar que assumiu a guarda do mesmo."

Abandonar animais dá cadeia

— Até o ano passado, esse crime de abandono e maus-tratos era passível de prisão de até 2 anos. Com a lei 14.064/20, esse crime pode levar a prisão de até 5 anos. E nós da ONG vamos acompanhar de perto para que esse caso não fique impune — registra Valentim.

O presidente da ONG adverte que casos assim são comuns em Içara. 

— Ontem (quinta) abandonaram sete filhotes de gatos em um bairro aqui. Hoje, mais cinco filhotinhos foram deixados no Centro da cidade. Nesse caso de hoje, é um chow-chow, cachorro de raça, com grande valor. Ele seria doado facilmente se a família não o quisesse mais. Não precisava abandonar, bastava usar os canais da ONG que a gente doaria muito rapidamente — salienta Valentim.

> Há um mês sem energia, moradores de duas praias do Sul improvisam

A ONG teme, agora, pelo futuro do chow-chow, já que o presidente entende que o animal foi devolvido à mesma família. 

— A Fundação de Meio Ambiente de Içara, que fez o flagrante do abandono com as polícias Militar e Civil, entregou o cão a uma menina que, segundo sabemos, é filha desse casal. Então é bem provável que o cachorro já esteja de volta na casa deles, o que é lamentável — finaliza.

Uma das imagens do cão abandonado em uma rodovia de Içara
Uma das imagens do cão abandonado em uma rodovia de Içara
(Foto: )

Abaixo, a nota emitida pela ONG Amigo Bicho e Associação Içarense de Proteção Animal:

"Na manhã desta sexta feira, dia 13 de agosto, a cidade de Içara foi surpreendida com a prática de crime de abandono, envolvendo, supostamente, servidor público do município. Os vídeos e fotos que circulam pelas redes sociais demonstram, claramente, configurada a prática de crime. Animais não são descartáveis e abandoná-los é crime segundo a Lei Federal nº 14.064/20, que altera a Lei nº 9.605/1998, aumentando a pena de detenção para até cinco anos. As cenas do crime são cruéis, indignantes, de enojar qualquer um.

A Associação Içarense de Proteção Animal se mantém a disposição para ajudar as pessoas e órgãos que estão empenhados em promover justiça para este caso. Lutamos, diariamente, contra essas práticas, e iremos juntos, até o fim, para fazer com que os responsáveis paguem, independente de quem for.

O animal do vídeo foi encontrado, está sob os cuidados de protetores. Agradecemos aos policiais militares, civis e a todos que se mobilizaram para achar e cuidar deste anjo.

Lembre-se: abandonar animais é crime! Para denunciar, basta entrar em contato com a polícia, com o órgão de proteção do seu município, ou com a gente."

Leia também

> Prefeito explica como fará réplica da Torre de Pisa em cidade do Sul de SC

> País registra recorde de encalhe de baleias, a maioria em SC

> Anel Viário e binário, obras alcançam etapas decisivas em Criciúma

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Mais colunistas

    Mais colunistas