nsc
nsc

DUPLICAÇÃO DA BR-470

Dinheiro de SC começa a pingar nas rodovias federais e muda cenário para 2022

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
14/12/2021 - 14h20
Só a BR-470 tem empenhados R$ 71 milhões do Estado para 2021
Só a BR-470 tem empenhados R$ 71 milhões do Estado para 2021 (Foto: Patrick Rodrigues, BD, Santa)

Começaram a pingar na segunda-feira (13) os primeiros pagamentos do governo de Santa Catarina a empreiteiras envolvidas em quatro obras rodoviárias federais. Cerca de R$ 7,5 milhões, incluindo impostos, foram quitados de um total de R$ 465 milhões separados pelo Estado para alavancar os canteiros de obras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). As 16 transferências bancárias marcam o fim de uma novela para as BRs 470, 280, 163 e 285. E mudam o cenário da infraestrutura catarinense para 2022.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

Na primeira leva de pagamentos, empresas com contrato na BR-163 ficaram com R$ 4 milhões, a BR-280 teve R$ 1,8 milhão e a BR-470, R$ 1,5 milhão. Ainda foram retidos R$ 185 mil relativos a impostos. Por enquanto, ainda não foram remunerados serviços da BR-285.

As primeiras transferências bancárias ocorreram quase quatro meses após o governador Carlos Moisés (sem partido) e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (PL), fecharem acordo sobre a ajuda estadual. Além dos obstáculos políticos impostos à operação às vésperas das eleições, DNIT e Secretaria de Estado da Infraestrutura enfrentaram uma maratona burocrática para permitir que Santa Catarina aportasse recursos direto na conta das empreiteiras.

Havia ansiedade no ar nos últimos dias. Com o anúncio do corte de R$ 40 milhões no orçamento federal para as BRs 470 e 163, o Estado também ouviu cobranças sobre a demora nos pagamentos prometidos. Na sexta-feira, o governo chegou a anunciar a liberação dos recursos, o que só ocorreu de fato na segunda.

Resolvida a etapa mais complicada, a previsão é liberar mais R$ 12 milhões em pagamentos nos próximos dias. Ao todo, o Estado empenhou R$ 125 milhões no orçamento de 2021 — destes, R$ 71 milhões vão para os quatro lotes de duplicação da BR-470. Os outros R$ 340 milhões ficam para o próximo ano.

O dinheiro começou a chegar justo no fim do ano, quando as empreiteiras diminuem as operações nas estradas devido ao movimento do período de férias. Somente no início de 2022 o impacto dos recursos deve ser melhor sentido nos canteiros de obras. Mas a expectativa é de que, sabendo da existência de verba, as empresas sintam-se mais confiantes para acelerar os trabalhos, deslocando máquinas e equipamentos extras.

De qualquer forma, o plano de concluir os lotes 1 e 2 da BR-470, entre Gaspar e Navegantes, até julho do próximo ano está seriamente prejudicado pelos atrasos.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

Leia também

Florianópolis recebe mais do orçamento secreto do que nove das maiores cidades de SC juntas

Mudança em lei beneficia ex-diretores do Samae de Blumenau que tiveram bens bloqueados

Relação abusiva de Bolsonaro com SC reduz o custo de se criticar o governo

Empresa deixa cidades de SC sem decoração de Natal

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas