nsc
nsc

Análise

Dinheiro deixou de ser problema para a duplicação da BR-470

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
08/10/2021 - 09h10 - Atualizada em: 08/10/2021 - 09h19
Trecho do Bairro Fortaleza será um dos primeiros beneficiados pelo reforço financeiro
Trecho do Bairro Fortaleza será um dos primeiros beneficiados pelo reforço financeiro (Foto: Patrick Rodrigues)

Demorou oito anos, mas finalmente dinheiro deixou de ser problema para a duplicação da BR-470. Com a aprovação pelo Congresso de mais R$ 57 milhões no orçamento de 2021, na quinta-feira (7), e os R$ 300 milhões do Estado começando a chegar neste mês de outubro, ao menos até meados do próximo ano há verba suficiente para encher a rodovia de máquinas e trabalhadores. Nas próximas semanas, Blumenau e Indaial devem observar o maior incremento.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Secretaria de Estado da Infraestrutura e empreiteiras reuniram-se para acertar os detalhes dos pagamentos, que já estão autorizados. Um novo cronograma da duplicação foi elaborado, mas ainda está pendente de aprovação pela direção-geral do DNIT em Brasília. Ele prevê que, até julho de 2022, R$ 100 milhões sejam aplicados entre Indaial e Blumenau e R$ 200 milhões entre Gaspar e Navegantes.

> Especial: os dois lados da BR-470.

Num primeiro momento, os motoristas devem observar reforços importantes em obras que já estão em andamento, como no trecho que corta o Bairro Fortaleza, em Blumenau, e nos últimos quilômetros de duplicação, após o viaduto de Indaial.

Lotes entre Blumenau e Indaial receberão R$ 100 milhões até julho
Lotes entre Blumenau e Indaial receberão R$ 100 milhões até julho
(Foto: )

Outra obra que será diretamente beneficiada é o viaduto do Badenfurt, no acesso a Pomerode. Uma alteração no projeto, solicitada pela comunidade, já foi aprovada. O trabalho no local deve ficar mais intenso já no início do próximo ano. Até o fim de julho, o cronograma prevê a conclusão dos lotes 1 e 2, entre Gaspar e Navegantes — os mais adiantados.

Os R$ 57 milhões adicionados ao orçamento de 2021 do governo federal serão importantes para bancar desapropriações em pontos estratégicos, uma vez que a verba estadual não pode ser usada para a compra de imóveis. Como os processos demandam tempo, restam menos de dois meses para o fim do ano e a época de chuvas começou, a maior diferença na execução dos trabalhos será percebida mesmo no primeiro semestre de 2022.

Para que dinheiro não volte a ser problema para a duplicação da BR-470, é importante ficar de olho no orçamento da União de 2022. Por enquanto, a BR-470 tem apenas R$ 84,8 milhões previstos na lei orçamentária que tramita no Congresso. É ainda menos do que o valor já garantido para 2021.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

Leia também

Ônibus de Blumenau batem recorde de passageiros desde o início da pandemia

A cada cinco dias, um veículo da prefeitura de Blumenau é multado no trânsito

Eventos em alusão à Oktoberfest em Blumenau e região resgatam clima da festa

Pressa para dispensar máscaras contra a Covid-19 é dos políticos, e não da saúde

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas