nsc
    nsc

    Sinal vermelho

    Nova alta do coronavírus em Blumenau desaconselha volta às aulas e ônibus cheios

    Compartilhe

    Evandro
    Por Evandro de Assis
    17/10/2020 - 22h04 - Atualizada em: 18/10/2020 - 07h30
    Média móvel diária de novos casos pulou de 30 para 63 em três semanas
    Média móvel diária de novos casos pulou de 30 para 63 em três semanas (Foto: Patrick Rodrigues)

    O sinal vermelho da pandemia de coronavírus voltou a acender para Blumenau. A tendência de alta no número de casos acentuou-se, num movimento que lembra o de junho passado. A média móvel dos últimos sete dias está em 63 casos, mais que o dobro do registrado há três semanas. Somente no sábado (17) foram 81 doentes a mais.

    > Receba as notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

    > Confira o Painel do Coronavírus em Santa Catarina

    Especialistas alertaram que as escolhas de Blumenau provocariam o retorno da Covid-19. Era questão de tempo. As restrições de julho/agosto abafaram o pico de contaminação, mas não foram suficientes para suprimir o vírus. Sem conseguir rastrear os contatos dos doentes e testá-los, Blumenau aguarda passivamente o Sars-Cov-2 aparecer nos ambulatórios gerais e hospitais. Pois ele reapareceu, e com força.

    Com comércio, bares e restaurantes em clima de normalidade, campanha eleitoral na rua e blumenauenses circulando pelo litoral nos fins de semana, o cenário que se desenha para a Covid-19 na cidade é ruim.

    Mas pode piorar. A partir desta segunda-feira (19), os ônibus passarão a circular com 75% de capacidade. Escolas preparam-se para receber os primeiros alunos no dia 26. Com o gráfico empinando a olhos vistos, são duas decisões temerárias.

    Ainda há tempo de revertê-las.

    Leia também

    > Números desmentem tese de que a Covid-19 oculta mortes por outras doenças

    > Nas ruas de SC, parece que a pandemia de coronavírus já acabou

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas