nsc
nsc

Análise

Região de Blumenau inclui migrantes e violência doméstica em carta a candidatos

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
04/08/2022 - 13h15 - Atualizada em: 04/08/2022 - 13h37
Municípios reivindicam casa regional para abrigar mulheres vítimas de violência
Municípios reivindicam casa regional para abrigar mulheres vítimas de violência (Foto: Arquivo NSC)

Atendimento a migrantes, acolhimento a vítimas de violência doméstica, apagões de energia elétrica e redução das lacunas na aprendizagem escolar. A carta de prioridades para a região de Blumenau lançada nesta semana pela Associação dos Municípios do Vale Europeu rumo às Eleições 2022 inova ao abordar questões sociais e demandas invisíveis para a maioria da população, além das obras urgentes, como a duplicação da BR-470. A lista, elaborada ao longo de 14 encontros nas cidades envolvidas, mostra problemas de uma região metropolitana em crescimento.

​> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

O documento inclui demandas antigas e repetidas, como ligações rodoviárias entre os municípios, maior presença do Estado na manutenção de hospitais, efetivo policial e estruturas para a prevenção de enchentes. Mas aprofunda questões que geralmente passam ao largo desse tipo de manifestação pública organizada por entidades regionais.

Aparecem entre as demandas para os próximos quatro anos a manutenção de uma casa regional para abrigar mulheres vítimas de violência, políticas públicas para receber migrantes que chegam de outros estados e países, esforço da Saúde estadual para reduzir a fila de cirurgias eletivas, atenção às lacunas de aprendizagem que pandemia de Covid-19 deixou, reduzir os apagões da Celesc nos municípios da região e promover a integração tarifária do transporte coletivo.

Na área de desenvolvimento econômico, foram lembradas a melhoria e ampliação das redes de internet e telefonia, o ensino profissionalizante e ciclovias nas estradas estaduais para fomentar o cicloturismo. De novo, são questões que dificilmente rendem manchete, cliques ou reações nas redes sociais. Mas têm impacto direto na vida das pessoas e no funcionamento das empresas. A íntegra está disponível aqui.

Além da profundidade, a carta tem o mérito de envolver servidores das prefeituras, que lidam diretamente com as dores dos cidadãos, e os próprios líderes políticos no exercício de mandatos municipais. Os prefeitos têm os próprios candidatos ao governo, à Assembleia Legislativa e ao Congresso Nacional. A partir de 2023, terão canal privilegiado com os eleitos e, portanto, assumirão responsabilidade extra de cobrar a execução do que ajudaram a descrever como vontades coletivas.

Acesse o Guia das Eleições 2022 do NSC Total 

A carta do Movimento Vale Europeu certamente não é um reflexo exato da comunidade de quase 1 milhão de habitantes. Mas ao menos a região parece ter mirado-se no espelho.

Tudo sobre as Eleições 2022

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

Leia também

Mais pontos de ônibus de Blumenau passam a funcionar como terminais

Blumenau cria gerência para cuidar da mobilidade de pedestres e ciclistas

Maria Regina assumirá prefeitura de Blumenau em momento político delicado

Muro em construção no Aeroporto Quero-Quero, em Blumenau, cai com o vento

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas