nsc
nsc

Luto

Comunicador Evandro Saad morre em Florianópolis aos 50 anos

Compartilhe

Leo
Por Leo Coelho
20/07/2021 - 14h47 - Atualizada em: 20/07/2021 - 18h41
Evandro Saad fez sucesso entre o público jovem na década de 90 e início dos anos 2000
Evandro Saad fez sucesso entre o público jovem na década de 90 e início dos anos 2000 (Foto: redes sociais/divulgação)

O comunicador Evandro Saad, de 50 anos, faleceu nesta terça-feira (20), em Florianópolis. A coluna estava acompanhando de perto a luta que o jornalista e advogado estava travando contra um câncer que avançava rapidamente sobre o estômago e ossos.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Internado desde o fim do mês de junho, Saad - natural de Garuva - deu entrada no Hospital Regional com o objetivo de investigar um derrame pulmonar pleural, por causa de complicações da "Covid longa". A cirurgia ocorreu bem

> Morre Aguinaldo Loureiro, pai do prefeito de Florianópolis, vítima de infarto

Entretanto, no dia 2 de julho, Saad fez um post nas redes sociais contando do surgimento de um câncer:

“Para quem está me cobrando informações do quadro de saúde - infelizmente as notícias não são boas. Os exames aparentam um mieloma múltiplo (câncer nas células plasmáticas). Continuo internado com possível transferência para o Hospital do CEPON ou Celso Ramos. Hora agora é de eu não desistir e muito menos desanimar. Conto com a oração e boas vibrações de todos vocês que possuem um carinho por mim. Muito obrigado!”.

Na segunda-feira, 19, Evandro Saad foi ao CEPON de ambulância
Na segunda, Evandro Saad foi ao Cepon de ambulância
(Foto: )

Nesta segunda-feira, dia 19 de julho, Evandro conseguiu uma vaga no Cepon. Em suas redes sociais, Saad postou: 

“Na ambulância chegando no Cepon. Nosso maior hospital de referência no sul do país. Conseguir vaga aqui é salvar a vida na maioria dos casos”.

Depois da visita ao Cepon, Saad retornou novamente ao Hospital Regional, onde faleceu nesta terça-feira, 20. Nesta manhã, o comunicador fez uma cirurgia para retirada do dreno, entretanto o jornalista teve uma hemorragia. A equipe tentou reanimá-lo por trinta minutos, porém não foi possível. Evandro Saad faleceu às 12h38 aos 50 anos.

> Cantor de 32 anos sem comorbidades morre em Blumenau vítima da Covid-19

O comunicador iniciou sua carreira na antiga RCE na década de 90. Em seguida, conquistou seu próprio programa na TVBV. Focado no público jovem e na cobertura de shows e eventos de Santa Catarina, Evandro alcançou sucesso e respeito dos jovens catarinenses. 

Depois de anos trabalhando na comunicação, Saad ingressou para o direito. Antes disso, foi corretor de imóveis e trabalhou como motorista de carro de aplicativo. Muito envolvido com a comunidade, sempre se destacou pela imensa dedicação profissional em tudo que exerceu. Um legítimo batalhador.

O velório de Evandro Saad acontece das 13h às 15h desta quarta (21) no Crematório Vaticano em São José, local em que o corpo será cremado.

Leia também

> Arte de Rodrigo de Haro imortalizada em mosaicos da Villa Francioni

> Sete em cada dez adultos em Florianópolis já receberam primeira dose da vacina contra a Covid

> Conheça os 16 animais mais estranhos e raros vistos em SC

>As diferenças entre as vacinas da Pfizer, Astrazeneca e Coronavac

> Nevascas históricas em Santa Catarina; veja fotos e quando aconteceram

> Efeitos colaterais da astrazeneca; veja os sintomas mais relatados

Leo Coelho

Colunista

Leo Coelho

Referência no segmento social e com vasta experiência no mercado, o jornalista traz informações relevantes e exclusivas sobre Florianópolis. Notícias de bastidores da sociedade, círculos de influência, curiosidades, frases e causos. Os olhos e ouvidos da NSC na Capital catarinense.

siga Leo Coelho

Leo Coelho

Colunista

Leo Coelho

Referência no segmento social e com vasta experiência no mercado, o jornalista traz informações relevantes e exclusivas sobre Florianópolis. Notícias de bastidores da sociedade, círculos de influência, curiosidades, frases e causos. Os olhos e ouvidos da NSC na Capital catarinense.

siga Leo Coelho

Mais colunistas

    Mais colunistas