O Censo 2022 deve apontar um crescimento expressivo na população de Blumenau. Coordenador do IBGE responsável pelo levantamento na cidade, Lion Lucas Giesel de Souza estima que a recontagem apure mais de 400 mil moradores. O trabalho de coleta de dados começou nesta segunda-feira (1º), com o recensamento simbólico do prefeito Mário Hildebrandt (Podemos), e será encerrado até o dia 31 de outubro.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Realizado em 2010, o último Censo indicou que Blumenau tinha, na época, 309.011 habitantes. Desde então, o IBGE vem atualizando este número com base em nascimentos e óbitos registrados em cartório. O cálculo, explica Lion, também considera um fator de correção ligado ao fluxo migratório, que é mais difícil de ser mensurado.

Em 2021, o IBGE projetou que Blumenau tinha 366.418 moradores, mas para Lion é provável que esse cálculo esteja defasado. É justamente a maior quantidade de pessoas migrando para a cidade que alimenta as expectativas de uma grande alta populacional. O Censo 2022 é mais capaz de aferir esse movimento, que acelerou nos últimos anos, na ponta do lápis.

— Tem muita gente vinda de fora. É notável — avalia o coordenador do IBGE.

Continua depois da publicidade

Cerca de 200 recenseadores visitarão 120 mil domicílios de Blumenau ao longo dos próximos três meses. Eles estarão identificados por uniforme azul marinho, boné, crachá e um QR Code. São dois questionários: um básico, com 26 perguntas e que leva de três a quatro minutos para ser respondido, e um de amostragem, com 77 questões, com tempo de duração de 10 a 12 minutos.

O levantamento quer saber da população informações como a quantidade de pessoas que vivem em cada casa, grau de parentesco entre elas, nível de escolaridade, renda e acesso a serviços básicos, como água encanada, entre outros pontos. É importante que a população contribua porque os resultados colhidos ajudam na definição de políticas públicas para amenizar problemas nas mais diversas áreas.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Gargalo da BR-470 fez duas grandes empresas descartarem se instalar em Blumenau

Continua depois da publicidade

Articulação nos bastidores mudou destino e evitou o pior na novela do Sesi em Blumenau

Ação judicial de empresa que cobra aluguel da Havan é transferida de Brusque para Blumenau

Blumenau recebe aval do Ministério da Economia para empréstimo milionário

Senior Sistemas desacelera e espera mercado melhorar para negociar ações na Bolsa​​

Destaques do NSC Total