Blumenau perdeu a oportunidade, entre 2018 e 2019, de receber investimentos de duas grandes empresas. O motivo? O gargalo provocado pela demora na duplicação BR-470. Apesar de reconhecerem as qualidades do mercado local, as companhias optaram por se instalar em Itajaí e Navegantes por motivos óbvios de competitividade logística.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

A situação foi revelada pelo prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) em recente entrevista ao jornalista Alexandre Gonçalves, do Informe Blumenau. A coluna questionou o prefeito sobre o assunto. Ele prefere não citar os nomes das empresas com quem conversou. Nem precisa. 

Os casos não são isolados. Não é de hoje que o atraso na duplicação afasta investidores da região, que veem o corredor litorâneo como mais viável. Estudos já apontaram que cidades cortadas pela BR-101 duplicada, por exemplo, crescem acima da média do Estado. O cenário da BR-470 até melhorou recentemente com os aportes do governo do Estado, mas ainda está bem distante do ideal. 

Não à toa a conclusão da obra aparece desde sempre no topo da lista de prioridades da região, como mostrou a cartilha Voz Única lançada nesta semana.

Continua depois da publicidade

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Blumenau recebe aval do Ministério da Economia para empréstimo milionário

Senior Sistemas desacelera e espera mercado melhorar para negociar ações na Bolsa

Investidor quer novo Museu do Futebol em Blumenau aberto a tempo da Oktoberfest

O especial apelo dos empresários de Blumenau aos candidatos ao governo de SC​

Destaques do NSC Total