Cobranças por melhor infraestrutura, que passam principalmente pela duplicação da BR-470 e conclusão do prolongamento da Via Expressa, dominam a lista de reivindicações de Blumenau aos candidatos ao governo de Santa Catarina nas Eleições 2022. Mas neste ano existe um apelo especial dos empresários da cidade que não depende de dinheiro disponível em caixa para tocar obras.

Continua depois da publicidade

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

O setor produtivo quer emplacar um representante local no primeiro escalão do futuro governo. Não há posição nem nome específicos, mas o desejo é contar com um interlocutor direto que tenha bom trânsito na alta hierarquia da gestão do Estado.

O presidente da Associação Empresarial de Blumenau (Acib), Renato Medeiros, é um dos mais enfáticos defensores da ideia. Ele levou o pedido ao senador Jorginho Mello (PL), com quem almoçou nesta quinta-feira (28). Com o governador e candidato à reeleição Carlos Moisés (Republicanos), o tema será tratado nesta sexta (29). Nomes como Gean Loureiro (União), Décio Lima (PT), Espiridião Amin (PP) e Odair Tramontin (Novo) também serão contatados.

— Blumenau precisa ter alguém no primeiro escalão — assinala Medeiros.

Continua depois da publicidade

O dirigente cita os exemplos dos ex-secretários municipais Paulo França, Ricardo Stodieck e André Espezim. Os dois últimos, mesmo que com passagens relâmpago pelas pastas de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Infraestrutura como secretários-adjuntos, foram “atalhos” importantes junto ao governo, avalia Medeiros.

A Acib não está sozinha nessa. Segundo Medeiros, os presidentes da CDL, Eduardo Soares, e da Ampe, Pedro Fank, farão coro ao discurso. A causa é reforçada até mesmo por Mário Hildebrandt (Podemos). Uma das condições para o apoio do prefeito ao projeto de Moisés foi justamente espaço a Blumenau na formação de um eventual novo governo.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Verba de R$ 31 milhões para a compra do Sesi voltará a Blumenau por outro caminho

Continua depois da publicidade

Surge um novo candidato a prédio mais alto de Blumenau

Prédio de mais de meio século no Centro de Blumenau está à venda

Justiça encerra recuperação judicial de grande empresa têxtil de Blumenau

Hotéis de Blumenau caminham para o melhor ano da história após duro golpe da pandemia

Oktoberfest Blumenau 2022 considera duas opções de local para o parque de diversões

Destaques do NSC Total