nsc
nsc

Tecnologia

Blusoft muda comando e tem desafio de levar o programa Entra21 a toda SC

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
10/12/2021 - 16h09
Henrique Bilbao (E) passou o bastão do comando da entidade para Bruno Tiergarten (D)
Henrique Bilbao (E) passou o bastão do comando da entidade para Bruno Tiergarten (D) (Foto: Divulgação)

O Blusoft, que representa o setor tecnológico de Blumenau, tem novo presidente. Bruno Tiergarten, diretor da Megasul Sistemas, foi eleito nesta quinta-feira (9) para dirigir a entidade no triênio 2022-2024. Ele assume a cadeira deixada por Henrique Bilbao, que passa a integrar o conselho da entidade.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Aos 39 anos, Tiergarten estabeleceu como meta continuar promovendo a integração entre os atores do ecossistema de inovação de Blumenau, algo que se fortaleceu nos últimos anos.

— Um dos objetivos é fazer com que essas entidades se unam e tenham mais força juntas — diz.

Por atores, leiam-se entidades representativas, instituições de ensino, incubadoras e aceleradoras de empresa, além de potenciais investidores dispostos a aportar recursos para desenvolver novos negócios.

Carro-chefe do Blusoft, o programa Entra21, que oferece cursos gratuitos de informática a jovens de baixa renda, também deve mudar de patamar ao longo da gestão de Tiergarten. Um dos legados da atual diretoria foi encaminhar a estadualização da iniciativa, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável.

Um pré-lançamento da versão estadual do Entra21 foi feito também nesta quinta-feira. Detalhes de como vai funcionar ainda serão divulgados, mas à coluna Tiergarten explicou que a ideia é aumentar em cinco vezes o número de pessoas capacitadas – as turmas anuais formam em média 300 pessoas em Blumenau, e o objetivo é elevar esse número para 1,6 mil em todo o Estado.

A coordenação continuará a cargo do Blusoft, um reconhecimento ao trabalho e à insistência da entidade – a estadualização do Entra21 já era discutida nos bastidores há tempos. A maior parte da capacitação deve acontecer a distância já a partir do próximo ano. Aulas presenciais, no entanto, não estão descartadas. Neste caso, vai depender da adesão de prefeituras à proposta, que ajudarão a viabilizar esse formato.

Segundo Bilbao, no futuro a versão estadual do Entra21 poderia beneficiar até 6 mil pessoas. O desafio agora será encontrar prefeituras e empresas de outras regiões dispostas a abraçarem e ajudarem a financiar a causa.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Empresa têxtil de Blumenau vai abrir fábrica na Serra Catarinense

Moradores querem limitar construção de novos prédios no bairro Vila Nova em Blumenau​​

Antiga fábrica de centenária empresa de SC é comprada por R$ 37,5 milhões em leilão​​​​​​

Britânia planeja investir R$ 130 milhões em nova fábrica de eletrodomésticos em SC​

Empresa gaúcha de refrigerantes abre novo centro de distribuição em Blumenau​​​​​

Natal em Blumenau tem potencial para ser a Oktoberfest de novembro e dezembro

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas