O projeto de restauração do Shopping H em Blumenau avançou mais uma etapa na semana passada. O Conselho Municipal do Patrimônio Cultural Edificado (Cope) deu aval para uma proposta que prevê reforma e ampliação do empreendimento. A autorização do colegiado era necessária porque há três edificações históricas nos arredores do shopping na Rua XV de Novembro, entre elas a antiga Casa Husadel.

Continua depois da publicidade

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

O tradicional centro de compras está sob nova direção desde o ano passado. A Rohden Portas, de Salete, adquiriu o shopping e tem planos para dar uma nova cara ao empreendimento. A ideia é restaurar a fachada e reformar praticamente toda a área interna. Além disso, uma nova área será construída. Pelo projeto apresentado no Cope, a ampliação será de cerca de 670 metros quadrados. Com ela, o Shopping H passaria a ter uma área total de 9,1 mil metros quadrados.

Segundo Jorge Rohden, a nova área será voltada à Rua Curt Hering e terá espaço para lojas e operações gastronômicas. A ideia é aproveitar a revitalização da via. Ainda não há prazo para o início das obras, nem previsão de quando tudo deve estar pronto.

Depois do Cope, a proposta de intervenção vai tramitar por outros órgãos da prefeitura. Além disso, o novo proprietário precisa de outra aprovação para mexer na estrutura, da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), já que um dos imóveis históricos ao lado também é tombado pelo Estado.

Continua depois da publicidade

— A gente inicia a construção logo após isso estiver resolvido — diz Rohden.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Após Fort Atacadista, Oktoberfest Blumenau encaminha outro patrocínio de renome nacional

Conselho autoriza demolição de fachada de prédio histórico em Blumenau atingido por incêndio

Blumenau vai reavaliar modelo financeiro da Oktoberfest

Hang nega ser contra Shopee, Shein, AliExpress e outras plataformas após polêmica sobre impostos

Destaques do NSC Total