A encrenca dos R$ 350 milhões de reais aprovados pela Alesc para o Estado de Santa Catarina doar para obras federais vai além do impasse sobre em quais lotes utilizar o recurso na BR-470. O engenheiro e consultor da Fiesc ,Ricardo Saporiti, aponta que o Dnit não tem projeto executivo da obra da BR-163 concluído. Em 2019, o órgão federal contratou os serviços de elaboração dos projetos básico/ executivo e construção das obras de adequação para ampliação da capacidade, restauração e eliminação de pontos críticos da rodovia. 

Continua depois da publicidade

> Receba as principais informações de Santa Catarina pelo WhatsApp

A obra contratada engloba duplicação de pista em pavimento rígido. Na execução especificada pelo Dnit, está previsto o uso de areia comercial, num volume significativo, proveniente da cidade de União da Vitória, no Paraná. Diz Saporiti que a distância de transporte de areia irá provocar “um elevado custo final” da obra. A cidade paranaense fica 340 quilômetros distantes de Guaraciaba (SC).

> Veja o quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos

O Dnit se manifestou por nota:

Continua depois da publicidade

A respeito do questionamento sobre a utilização de pavimento rígido nas obras da BR-163/SC, informamos:

A aplicação de pavimento rígido na obra de adequação para ampliação de capacidade, restauração, melhoramentos e eliminação de pontos críticos na BR-163/SC ocorre a partir de decisão técnica, inclusive observando a vantajosidade econômica para a União.

Essa decisão foi embasada por estudos realizados para a licitação da obra, e que se mantém atualizados e comprovados no que tange a qualidade e custo do empreendimento.

Os estudos citados demonstram que a principal vantagem se deve a maior vida útil do pavimento (com previsão de 10 anos para flexível e 20 anos para rígido), o que reflete diretamente nos custos de manutenção e restauração da rodovia.

Continua depois da publicidade

Leia Mais:

Mutirão de limpeza encontra fogão e pneu no mar de Bombinhas; veja fotos

Terrenos de marinha em SC: a busca pela segurança jurídica

Edital de concessão do Centro de Eventos de Balneário Camboriú é suspenso pelo TCE

Almoço entre secretário de Moisés com Pinho Moreira tem eleições 2022 no cardápio

Mulheres que atuam no mercado imobiliário em SC são vítimas de assédio sexual e moral, aponta Creci

Impasse na reforma da previdência em SC é reflexo de decisão política do governo federal

SC acerta em reduzir distanciamento entre alunos e seguir OMS

Entenda o que é o “delay” da vacina para Covid-19 em SC

SC destrava R$ 10 bi em empreendimentos após licenciamento ambiental; saiba onde

Alunos com sintomas de Covid-19 serão testados em SC

Destaques do NSC Total