A instalação das peças de concreto para a proteção dos molhes da praia de Matinhos está concluída. São 4,7 mil tetrápodes, blocos com 3 metros de altura, com peso entre 10 e 12 toneladas, colocados junto às estruturas de proteção costeira (espigões, guias correntes e headlands – com a mesma função, mas em dimensão maior) em seis locais da orla da cidade do Litoral do Paraná. Os molhes foram construídos após o alargamento em 100 metros na faixa de areia de praias em Matinhos, concluída em 2022, com depósito de 3 milhões de metros cúbicos de areia.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

O conjunto de investimentos do governo do Estado na cidade litorânea chega a R$ 354 milhões, com obras de drenagem, urbanização, revitalização da orla, arborização, além do alargamento das praias e as estruturas de proteção costeira. Conforme levantamento divulgado nesta segunda-feira, a execução do pacote está perto de alcançar 95%.

Como foi a instalação dos blocos, já concluída

A escolha dos tetrápodes foi pela resistência do material, com maior capacidade para resistir às ondas e ressacas, aumentando a durabilidade das estruturas de proteção costeira. Os blocos protegem a base do espigão, dos guias-correntes e dos headlands instalados ao longo de 6,3 km de praias em Matinhos. O conjunto de obras será concluído no segundo semestre.

Continua depois da publicidade

Confira imagens da revitalização nas praias em Matinhos

Instalação de novas lombadas vai levar mais tempo em Joinville

Transporte por barco em SP reduz tempo de viagem; Joinville tentou modal nos anos 2000

Onde o mapa de Santa Catarina pode ficar maior

Nova modelagem no transporte coletivo em Joinville continua à espera da licitação

Mais uma vez, licitação para alargar praia em SC não tem contratação

Como Joinville está mudando relação com a Babitonga

Mais dois locais terão radares em Joinville

Destaques do NSC Total