A preparação para as obras de duplicação da rua Ottokar Doerffel teve mais uma etapa vencida nesta quarta-feira, com a liberação do licenciamento pela Secretaria de Meio Ambiente. Como se trata de obra sem maiores impactos, a ampliação da via de acesso recebeu a declaração de atividade não constante (DANC), o que dispensa a necessidade de licenciamento. Os editais para as obras ainda não têm data para o lançamento porque restam outras pendências a serem atendidas.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Como não há recursos suficientes para toda a rua, um dos principais acessos de Joinville pela BR-101, a duplicação será feita em etapas pela prefeitura. A primeira será entre as ruas Rio Grande do Sul e Porto União, em trecho de 300 metros. A ampliação vai custar R$ 3,8 milhões e será bancada com emenda do ex-deputado Rodrigo Coelho. O anúncio foi feito há um ano, mas ainda restam detalhes a serem finalizados com a Caixa Econômica.

A etapa seguinte será entre as ruas Porto União e Marajó, com custo de R$ 7 milhões. O edital está em preparação e será a despesa será bancada com recursos próprios da prefeitura. No cruzamento da Ottokar Doerffel com a continuação da Marquês de Olinda, será instalada rotatória. Depois, será a vez das etapas entre o cruzamento e a BR-101. Nesse caso, a preparação vai levar mais tempo. Há pedidos para o governo do Estado colaborar nas obras.

Joinville poderá contar com banco de dados sobre voluntários

Continua depois da publicidade

Após abrir inquérito em Joinville, MP faz série de recomendações contra dengue

Projeto na Câmara de Joinville quer adesivos em “pontos cegos” dos ônibus

Duplicação da BR-280 poderá ter reforço de R$ 224 milhões neste ano

Duplicação da BR-280 terá primeiro trecho entregue nas próximas semanas

Como a tecnologia, testada em São Francisco do Sul, pode ajudar na preservação de toninhas

Destaques do NSC Total