Em documento enviado neste mês ao Ministério Público de Santa Catarina, a prefeitura de Joinville, por meio do Detrans, não vê “óbice” em assinatura de acordo para implantação de acordo para instalação de ciclofaixa em Pirabeiraba. O ofício é um complemento de resposta remetida no mês anterior. No anexo ao comunicado, estão cinco mapas atualizados da futura sinalização em trechos da rua Olavo Bilac. No entanto, não há ainda informação sobre quando o termo de ajustamento de conduta (TAC) será assinado, nem de quando a via para a via para ciclistas poderá ser implantada. A ciclofaixa é polêmica e foi motivo de duas audiências públicas.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

O município enviou o documento ao MP porque há inquérito civil aberto sobre o tema pela 14ª Promotoria de Justiça de Joinville em 2020. A apuração começou porque a ciclofaixa, definida em audiência pública no ano anterior, não foi instalada. A via para ciclistas era prevista após instalação de binário, mudança no trânsito que não ocorreu porque não houve consenso entre os moradores.

A prefeitura alegou ainda que uma ciclofaixa foi instalada em rua próxima, na Conselheiro Pedreira. O MP manteve a disposição de buscar TAC para a ciclofaixa. Neste ano, o Pedala Joinville se manifestou sobre a via, defendendo a instalação. Nova audiência foi realizada na Câmara no mês passado. Não houve consenso – comerciantes temem a perda de vagas de estacionamento e sugerem ciclofaixas em outras ruas.

Areninha de Joinville teve projeto há 15 anos; ginásio foi tema em sondagem

Continua depois da publicidade

Fatiada e com custo de R$ 375 mi, Beira-mangue será mantida no Plano Viário de Joinville

Foco de frente da BR-280 será busca de mais recursos federais

Em resposta aos MPs, prefeitura de Joinville defende lei municipal sobre recuos em obras

Joinville terá consulta sobre proposta para novo binário na zona Sul

Sargento Lima prevê candidato próprio do PL em Joinville em 2024

Destaques do NSC Total