O ex-prefeito Udo Döhler vai confirmar nesta terça-feira ter aceitado a indicação para ser candidato a vice-governador em “nome da unidade” do MDB. “Vou lutar pela pacificação até o fim. Temos que evitar o racha no partido, senão todos perdem”, alegou o empresário. No almoço com a bancada estadual, o empresário vai propor a formação de uma lista de indicados para vice, a ser submetida ao governador Carlos Moisés, pré-candidato à reeleição. Após a reunião, ainda em Florianópolis, Udo terá encontro com Moisés.

Continua depois da publicidade

> Antídio Lunelli se inscreve na convenção do MDB para ser candidato ao governo de SC

> Republicanos marca convenção para confirmar candidatura de Moisés

Ainda que a candidatura a vice já viesse se desenhando nas últimas semanas, a definição de Udo marca uma reviravolta em relação à posição inicial do partido em Joinville. O MDB de Joinville, com incentivo do ex-prefeito, foi o primeiro diretório no Estado a anunciar apoio a Antídio Lunelli, ainda em julho do ano passado. O próprio Udo cita uma série de motivos para o novo momento, como ter sido incentivado a concorrer por colegas do partido.

Na lista de fatores, está a aproximação da bancada do MDB e de parte dos prefeitos com Moisés e a dificuldade de Antídio de “juntar o partido”. Udo recebeu sondagens do governador, em almoço em Florianópolis, além do convite para participar de encontro com prefeitos, ao qual não foi “por não ser prefeito”.

Continua depois da publicidade

Também houve distanciamento entre os ex-prefeitos de Joinville e Jaraguá do Sul, ainda que no último contato, na semana passada, Udo relatou ter garantido a Antídio que amizade continua. “Não vamos nos desentender. Nós dois entramos para MDB por meio de convite de Luiz Henrique e temos compromisso com o partido”, diz Udo.

Para o ex-prefeito de Joinville, a proposta de oferta de uma lista de nomes do MDB para a vice, a ser escolhido por Moisés, é uma forma de corrigir a postura anterior (com a qual não tinha concordado) de impor um candidato. O nome indicado havia sido de Antídio, após o recuo na disputa como governador, mas não houve avanços na composição e o ex-prefeito de Jaraguá se inscreveu na convenção do MDB como pré-candidato a governador.

> Joinville faz nova tentativa de recuperar passeio ao lado do Cachoeira

> Joinville vai contratar cursos de inglês para 2,9 mil alunos da rede municipal

> Joinville vai tentar “dividir” custo de hospital com outras cidades

> Só resta um: o que ainda está na lista de elevados pretendidos para Joinville

> Doação de áreas a Joinville vai permitir abertura de via projetada em 1981

Destaques do NSC Total