nsc
nsc

Transporte coletivo

O que motivou redução do “subsídio” do ônibus em Joinville

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
22/09/2021 - 12h33 - Atualizada em: 22/09/2021 - 12h49
Movimentação de passageiros tem crescido em Joinvile, mas sem recuperar ainda patamar anterior à pandemia
Movimentação de passageiros tem crescido em Joinvile, mas sem recuperar ainda patamar anterior à pandemia (Foto: Mauro Schlieck, CVJ, Divulgação)

A maior movimentação de passageiros está ajudando na redução do “subsídio” pago pela prefeitura de Joinville às empresas de ônibus. No início de setembro, em desembolso referente ao mês passado, o repasse foi de R$ 320 mil, a ser dividido pelas duas concessionárias. No mês anterior, o pagamento foi de R$ 590 mil. A tendência é de avanço na movimentação de usuários. Com maior utilização do transporte coletivo, as perdas são menores, evidentemente, e o repasse do município, consequentemente, pode ser reduzido.

> Após recurso do MP, ônibus em Joinville têm nova decisão judicial

> Acesse para receber notícias de Joinvi lle e região pelo WhatsApp

A ampliação da volta às aulas presenciais colaborou na maior demanda do transporte coletivo em Joinville, ainda que a movimentação do período anterior à pandemia não tenha sido recuperada. Em julho, a média diária foi ficou pouco acima de 60 mil passageiros. No mês passado, chegou a 70 mil, alcançando 75 mil no dia de maior movimentação. Agora em setembro, com retorno de mais estudantes ainda ao presencial, o contingente de passageiros continua crescendo.

Antes de pandemia, eram em torno de 110 mil passageiros movimentados por dia. O pagamento do “subsídio”, referente ao reequilíbrio econômico-financeiro do contrato de permissão, foi determinado pela Justiça em ações apresentadas pelas empresas no ano passado. Somente neste ano, foram repassados R$ 6,2 milhões.

> Joinville tem plano para criar alameda de guarda-chuvas

> Defensoria faz recomendação em Joinville sobre regularização de imóveis

> Câmara de Joinville recebe projeto sobre cannabis medicinal

> Reforma da Previdência é sancionada em Joinville; déficit atuarial ficará perto de R$ 500 milhões

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas