A reforma do ginásio Ivan Rodrigues vai levar mais tempo. A elaboração do projeto de restauro do imóvel foi retomada, após paralisação, mas foi assinado aditivo de prazo. Assim, o período de execução ganhou mais oito meses, ou seja, ficou para o segundo semestre de 2024. Após a conclusão do projeto, será a vez de busca de recursos para as obras, estimadas preliminarmente em R$ 30 milhões. Em visita a Joinville em agosto, o governador Jorginho Mello garantiu a reforma do imóvel.

Continua depois da publicidade

Clique para receber notícias de Joinville e região no WhatsApp

O projeto para a reforma foi contratado no final do governo Moisés. Na avaliação inicial, a recomendação foi pela demolição, com construção de um novo ginásio no local, entre as ruas Max Colin e Timbó. A alegação foi por causa dos custos da reforma de um imóvel deteriorado, além da necessidade de adaptação dos espaços às novas normas de acessibilidade e segurança.

Além disso, há necessidade de “inverter” a quadra de esportes, uma forma de ampliar as dimensões para atender às medidas oficiais. A decisão do governo do Estado foi pela reforma. Após interdições, o ginásio não é usado para competições esportivas há mais de uma década. Em 2017, o imóvel teve a gestão devolvida ao Estado pela prefeitura – a atual administração municipal tem interesse em reassumir o ginásio, desde que reformado.

Decreto aponta R$ 16 milhões em passagens de ônibus ainda a ser usadas em Joinville

Continua depois da publicidade

Edital para projetos em Joinville prevê viadutos, mas obras ainda não estão nos planos

Pela primeira vez, Joinville teve a venda de mais mil apartamentos novos em um só trimestre

Novo elevado de Joinville tem, mais uma vez, nova data para ficar pronto

“Esquecidas”, obras do Mathias têm convênio ampliado até 2025; prazo terá de ser maior

Como será a ampliação de tradicional supermercado em Joinville

O que busca a representação sobre acordo da dívida do ônibus em Joinville

Destaques do NSC Total