O IPVA teve o maior avanço proporcional entre as principais receitas tributárias de Joinville no ano passado, seja em arrecadação própria ou repasse de outro entre. O tributo cobrado pelo governo do Estado trouxe quase R$ 150 milhões para a prefeitura, o que significa uma receita total próxima a R$ 300 milhões (a receita é dividida entre Estado e município). O crescimento da frota e a maior valorização dos veículos contribuíram para a elevação de 20% na comparação com o ano anterior. O repasse para Joinville foi de R$ 149,3 milhões no ano passado.

Continua depois da publicidade

Clique para receber notícias de Joinville e região no WhatsApp

Os valores de referência para o cálculo do IPVA são baseados na tabela Fipe, com atualização anual para o tributo – ou seja, o valor de mercado é atualizado a cada ano. Em Santa Catarina, a alíquota é de 2% para carros e utilitários e 1% para os demais. Não houve mudanças nas alíquotas. Na frota de quase 6 milhões de veículos no Estado, 81% são tributados pelo IPVA, conforme a Secretaria de Estado da Fazenda.

Em Joinville, são 466 mil veículos licenciados, a maioria carros. A receita do IPVA, assim como demais tributos, não tem destinação obrigatória: os recursos podem ser usados em quaisquer despesas da prefeitura, não há necessidade, por exemplo, de utilização em mobilidade.

Disputa milionária sobre saneamento em Joinville se mantém há 18 anos

Continua depois da publicidade

Rotatória em forma de gota começa a ser instalada neste mês em Joinville

Futuro pórtico de cidade de SC terá energia solar

Duplicação em Joinville tem “diferença” na largura entre as duas etapas

Região de Joinville vai ganhar mais semáforos e trechos com mão única

FOTOS: Como ficou a nova escola de Joinville, em investimento de R$ 150 milhões

Quais os prazos para a duplicação em obras em Joinville

Destaques do NSC Total