nsc
hora_de_sc

Danos ambientais

Casan é multada em R$ 15 milhões após alagamentos na Lagoa da Conceição

Rompimento de lagoa artificial danificou dunas e restingas, além de alterar a qualidade da água; Companhia tem prazo de 20 dias para apresentar defesa

27/01/2021 - 18h44 - Atualizada em: 27/01/2021 - 19h22

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Acidente causou alagamentos e deixou moradores ilhados
Acidente causou alagamentos na Lagoa da Conceição e deixou moradores ilhados
(Foto: )

Uma multa de R$ 15 milhões foi aplicada à Casan, nesta quarta-feira (27), pelos danos ambientais causados na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, devido ao rompimento de um lago artificial que pertence à companhia. A água que extravasou da estrutura na última segunda-feira (25), invadiu casas, ilhou pessoas e encobriu veículos, além de bloquear a passagem na Avenida das Rendeiras, uma das ruas mais movimentadas da região. 

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

O valor da multa foi estipulado pela Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis (Floram), segundo o superintendente, Rafael Poletto, com base em uma tabela de crimes ambientais, após de avaliar relatórios que analisaram os danos causados no local, entre eles o que foi enviado pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA).

> Lagoa da Conceição tem água imprópria para banho após rompimento de estrutura da Casan

- Todas as atividades feitas são importantes para subsidiar as ações administrativas punitivas que foram tomadas - disse.

Segundo o corpo técnico da Floram, o acidente danificou dunas e restingas no entorno da lagoa artificial, além de alterar a qualidade da água. O município contratou um laboratório para identificar que tipos de resíduos foram levados para dentro da Lagoa, mas o laudo ainda não foi concluído. 

> Casan sabia do risco de vazamento em lagoa artificial desde 2017

Aberta investigação para apurar desleixo da Casan na Lagoa da Conceição

Após a notificação da prefeitura, a companhia de água terá 20 dias para a apresentação da defesa, e cinco dias para o pagamento da multa com 30% de desconto em relação ao valor estabelecido, respeitando o art. 126 do Decreto Federal 6.514/08.

A Casan foi procurada pela reportagem, mas até às 19h não houve retorno.

Leia mais

Famílias atingidas por rompimento de lagoa serão ressarcidas pela Casan

"Nenhum técnico previu o risco de rompimento", afirma engenheiro

Colunistas