nsc
nsc

Casa Atalaia

Com apelo turístico e sustentável, imóveis em Itajaí podem valorizar mais do que o mercado

Bairro Fazenda, aos pés do Morro do Atalaia, tem alto potencial de valorização

29/06/2022 - 14h29

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Residencial atalaia, localizado em Itajaí
Residencial atalaia, localizado em Itajaí
(Foto: )

Cidades litorâneas catarinenses atraem tanto quem busca aumentar os rendimentos por meio da valorização imobiliária quanto quem tem como objetivo morar perto da praia, da vegetação nativa e outras belezas naturais presentes no estado. Tendo em vista esse potencial, municípios mais ao norte, como Itajaí, estão entre os destaques em novas construções diferenciadas e com empreendimentos que visam aumentar a qualidade de vida. Contemplar a natureza, dessa forma, não requer uma viagem – basta olhar ao lado.

> Um encontro com a natureza: Conheça o residencial Casa Atalaia 47

Um dos exemplos é o bairro Fazenda, em Itajaí, com amplo contato com natureza e potencial de valorização superior à média do mercado, que já é elevada no município. Morar na região é, ao mesmo tempo, desfrutar da união do rio, mar, mangue, árvores e animais típicos do Morro do Atalaia, mas tudo isso aos pés da cidade.

Região em expansão

Enquanto a Praia da Atalaia, que é cercada pelo mole e pela entrada do Porto de Itajaí, é recanto dos surfistas, o Morro do Atalaia, reserva da Mata Atlântica, com mais de 200 espécies de árvores e mais 100 de animais nativos, atrai os trilheiros tanto pela belíssima vista lá de cima quanto pela possibilidade de aproveitar o bairro depois da caminhada ou do voo de parapente. Hoje, o bairro conta com áreas verdes de mangue, associação que realiza eventos, pista de skate, caminhada e quadra de esportes.

Durante o verão, é normal que as ruas sejam fechadas para que os moradores e turistas usufruam do espaço, trazendo cadeiras de praia, crianças e pets, para aproveitar os dias e noites mais quentes fora de casa. Com food trucks, via gastronômica, mercados e vista da marina, a vida social é pujante neste canto da cidade.

- A vista é mutante, ora um cruzeiro passando, ora um navio, ora movimentação da marina, tem mais vida quando tem uma paisagem como essa – afirma Deka França, gerente comercial da construtora Macodesc, companhia que atua há mais de 35 anos no mercado e investe em mais um residencial no Bairro

A região deve passar por uma série de alterações visando melhorar a mobilidade urbana e a qualidade de vida. Devido ao projeto Itajaí 2040, a tradicional marina será repaginada, assim como a avenida principal, a Beira-Rio. Um anel viário deve contar com uma rua passando acima do mangue, melhorando a circulação dos veículos. O mercado público também deve ser ampliado nos próximos anos. Novos empreendimentos também fazem parte desse processo de reurbanização e vão desfrutar de uma vista única.

Região em expansão

O residencial Casa Atalaia 47 será construído aos pés do Morro do Atalaia, no Parque Natural Municipal da Atalaia, entre os bairros Fazenda e Cabeçudas, uma das regiões mais privilegiadas e desejadas do município. De torre única, serão 71 apartamentos, com layout customizável e três salas comerciais. Deka detalha que o empreendimento está no último terreno da região com viabilidade construtiva e terá uma vista consolidada. Ou seja, quando for entregue, o morador ou investidor terá a certeza de da vista fenomenal que testemunha os encontros que Itajaí promove: o rio, o mar, o céu, a cidade, seu povo.

- Esta é uma área muito tranquila e segura, e com excelentes características de mobilidade urbana. Próxima ao centro de Itajaí, a poucos metros da Praia do Atalaia, Praia de Cabeçudas, a 5 minutos da Praia Brava, de fácil acesso à Balneário Camboriú, à BR 101 e Navegantes. Além de tudo, ainda é uma região linda para passeios, esportes, contemplar e curtir a natureza.

A ideia é que o prédio pertença ao local e converse com o ambiente, com sacadas assimétricas, bancos à frente, fomentando a gentileza urbana, fachada recuada para permitir a circulação de pessoas, espaço para tomar café, encontrar os amigos e ver o movimento.

O empreendimento será de uso misto, residencial e comercial. A proposta agrega valor aos moradores do edifício e também da região, desenvolvendo o comércio local e contribuindo para a reurbanização da área.

A segurança também ganha destaque com a maior movimentação de pessoas. Na região, segundo a gerente comercial, estima-se que a valorização seja superior a 40% até o término da obra, sendo uma opção segura com vista maravilhosa para morar ou investir.

Valorização

Se, na média, Itajaí e cidades litorâneas já possuem indicadores elevados de valorização imobiliária, espaços ligados à natureza e com estabelecimentos de alto padrão possuem expectativa ainda superior.

Municípios catarinenses seguem entre os destaques de preço médio de venda por cidade a nível nacional. O índice Fipezap, referência no mercado imobiliário, apurado em maio, aponta que Balneário Camboriú (1º lugar), Itapema (4º), Florianópolis (6º) e Itajaí (7º) estão entre os municípios com imóveis com preços mais elevados - e com valorização em um ano acima de dois dígitos. Quem busca uma oportunidade de investimento acima do mercado e com maior segurança volta os olhos novamente para os imóveis localizados no estado, principalmente no litoral.

Segundo o índice FipeZap de maio, divulgado no início de junho, o metro quadrado dos imóveis em Itajaí apresentou valorização mensal de 1,13%. O resultado já havia sido positivo em abril, com 1,65%. No acumulado do ano, a alta chega a 6,32% e, em 12 meses, 21,63%, bem acima tanto da inflação quanto da taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic, referência para a renda fixa.

> Investir em imóveis para locação é uma boa?

Elias Rogério Lunardi, CEO da Macodesc Construtora e Incorporadora, com sede em São Miguel do Oeste e escritórios em Itajaí e em Chapecó, conta que os indicativos são tão promissores que a empresa resolveu lançar o novo empreendimento no município.

- Itajaí é uma cidade portuária, localizada próxima de Joinville, Balneário Camboriú e Florianópolis. Hoje, ela é um ponto de muitos negócios e escoamento da produção do estado, da agroindústria e um ponto de chegada das importações. A cidade está crescendo muito, o que atrai executivos em busca de novos negócios.

O empreendimento possui previsão de entrega em junho de 2027. No momento, está na fase de pré-lançamento e a construção inicia no mês de julho. Este é o terceiro empreendimento da companhia em Itajaí, com projetos inovadores em Chapecó, São Miguel do Oeste, Guaraciaba e Balneário Camboriú.

Responsabilidade socioambiental

Gentileza, pertencimento e cuidado são pontos que não foram deixados de lado ao pensar na estrutura e em como ela será feita. Além da sustentabilidade ambiental, a companhia leva em consideração também a financeira, social e estética, pensando na vida a longo prazo.

- A gente fez todo o estudo ambiental e de impacto de vizinhança muito bem diagnosticado em todas as frentes, e vamos além disso. Além da sustentabilidade ambiental, levamos em consideração também a financeira, social e estética, pensando na vida a longo prazo. Projetamos e construímos com muito carinho, para deixar um legado positivo e contribuir com o futuro de Itajaí. – completa Lunardi.

Saiba mais sobre o Residencial Atalaia.

Leia também

Juros, inflação e outras variáveis: Entenda como descomplicar o mundo dos investimentos

Comece a investir e multiplique seus rendimentos; veja como

Onde investir? Dicas de renda fixa, ações descontadas e com foco em dividendos

Colunistas