nsc

    Futebol

    Edmundo coloca o Figueirense entre os três principais clubes de sua carreira

    O "Animal", como é conhecido o ex-jogador, relembrou da temporada no Alvinegro em entrevista ao Debate Diário

    27/05/2020 - 14h16

    Compartilhe

    Kadu
    Por Kadu Reis
    Edmundo atuou pelo Figueirense na Série A de 2005
    Edmundo atuou pelo Figueirense na Série A de 2005
    (Foto: )

    Tricampeão brasileiro com as camisas de Palmeiras e Vasco, o ex-atacante Edmundo tem espaço reservado no coração e na memória para a passagem pelo Estádio Orlando Scarpelli. Foram 15 gols em 31 jogos pelo Figueirense na Série A do Campeonato Brasileiro em 2005. O craque relembrou o período de resgate da sua carreira em entrevista ao Debate Diário nesta quarta-feira (27).

    — Eu tinha me aposentado e fui jogar no Nova Iguaçu a segunda divisão carioca. Entrei em forma, isso chamou a atenção do pessoal do Figueirense e acabei voltando de fato ao futebol. Graças a Deus, porque a passagem por Florianópolis foi uma reviravolta na minha vida. Depois voltei ao Palmeiras, ao Vasco e encerrei com dignidade a carreira — afirma Edmundo.

    Ouça o Debate Diário desta quarta-feira (27):

    Natural de Niterói, no Rio de Janeiro, Edmundo iniciou e terminou a carreira no Vasco, clube do coração. A idolatria que tem junto aos cruzmaltinos é vista também na torcida do Palmeiras, outra equipe que o atacante atuou no início e final de sua trajetória. Apesar de ter jogado no Figueirense em apenas uma temporada, ele diz que o Alvinegro é o terceiro clube que guarda com maior carinho.

    Com certeza, o time que mais tenho afinidade depois de Vasco e Palmeiras é o Figueirense. Costumo dizer que o Vasco, onde nasci, é amor de mãe. O Palmeiras é como um casamento, que criamos o sentimento depois de crescer. Aquele namoro da maior idade foi o Figueirense. São coisas que ficam marcadas em nossa história. Tenho excelentes lembranças. Queria ver o Figueirense conquistando grandes títulos e acredito que isso vá acontecer — projeta.

    Debate Diário

    Durante a pandemia de coronavírus, de casa, o apresentador Roberto Alves e os demais participantes, Rodrigo Faraco, Salles Júnior e Kadu Reis, têm entrevistado personalidades do esporte, como Zico e Roberto Dinamite.

    Confira alguns dos programas anteriores:

    Moacir Fernandes explica projeto para dirigir o Criciúma: "Investimento de empresários e sistema de cotas"

    Presidente do Marcílio Dias defende volta aos treinos após definição do calendário nacional

    Dorival Júnior diz que é o momento do futebol brasileiro se adequar ao calendário europeu

    Roberto Dinamite: “Zico, na minha geração, foi o maior jogador com quem pude jogar​​"

    Luiz Henrique abre o jogo sobre saída do futebol: "Tive Síndrome de Burnout e depressão"​

    Leonardo Gaciba explica mudança na regra do futebol

    ​​​Renan Dal Zotto revela que deixa o comando do Taubaté para treinar apenas a seleção brasileira​​

    Zico fala no Debate Diário sobre coronavírus no Japão e a quarentena no Brasil​

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas