Desde a sua primeira edição nacional, em 1989, a Festa Nacional do Pinhão, em Lages, é um dos eventos mais aguardados do Sul do Brasil. O evento, que neste ano acontece de 24 de maio a 2 de junho, além de combinar tradição, gastronomia e entretenimento, também desempenha papel fundamental no aquecimento da economia da região, especialmente no setor hoteleiro, gastronômico e nos diversos tipos de comércios da cidade.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Com a chegada de um maior número de turistas o setor hoteleiro é impulsionado, registrando uma ocupação mais alta durante o período do evento, segundo donos de hotéis na região.

Saiba o que fazer em Lages durante a Festa do Pinhão

— Nossa ocupação já está em 100% nos dois finais de semana da festa — afirma o empresário Rogério Silveira, do Hotel Boqueirão.

Continua depois da publicidade

O mesmo acontece com o hotel Fazenda Lua Cheia, que há meses já tem reservas para os dias da festa, e está com 90% de ocupação.

— A Festa do Pinhão com certeza expõe o nome de Lages, e deixa em evidência toda a Serra Catarinense, fazendo com que pessoas de outras regiões venham para cá. No nosso caso, a totalidade da procura neste ano é de turistas vindos do litoral catarinense — ressalta o empresário Aldo Martins Neto.

Confira a programação completa da 34º Festa Nacional do Pinhão, em Lages

O empresário Samuel Ramos, do Nacional Park Hotel, destaca que os dias de Festa do Pinhão, são de alta temporada para o setor hoteleiro em Lages.

— Estamos com 70% das nossas vagas preenchidas, entre elas com a equipe de organização da festa. Esse é sem dúvida um período essencial para o setor, que recebe bons clientes a um preço justo — comentou.

Continua depois da publicidade

O presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Lages (CDL), Zulmiro Klann, afirma que o crescimento econômico não atinge somente o setor hoteleiro.

Conheça a história da indumentária que embala a Festa do Pinhão em SC

— O comércio local deve ter um aumento de cerca de 5% nas vendas, em relação ao ano passado e pode ultrapassar os R$ 40 milhões na movimentação financeira das lojas, hotéis, postos de combustíveis e restaurantes —explica.

Para o empresário Diovane Amaral, que tem loja no Centro da cidade e expõe no Shoppinhão, os dias do evento trazem movimentação e previsão de aumento em até 70% nas vendas.

— Nossa expectativa para esse ano é maior quando comparamos com 2023. Neste período o aumento nas vendas e de pessoas prestigiando o comércio local é perceptível — disse Diovane.

Continua depois da publicidade

Quem era Aracy Paim, homem que sonhou com o sucesso da Festa Nacional do Pinhão

O diretor executivo da CDL, Jhonathan Silva, afirma que a Festa do Pinhão é um importante impulsionador econômico para a cidade de Lages e toda a região serrana.

— Ela atrai milhares de turistas de todas as partes do Brasil. Somente no ano de 2023, a festa atraiu cerca de 200 mil visitantes durante os nove dias de evento, para este ano queremos chegar a 300 mil. Esse número vai gerar uma movimentação econômica significativa em todos os setores comerciais — disse o diretor executivo.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico do município também ressalta que a preparação e realização da Festa do Pinhão criam inúmeras oportunidades de emprego temporário, desde vendedores ambulantes até seguranças, equipe de limpeza, e profissionais diversos que trabalham no evento.

FOTOS: Conheça a nova rainha e as princesas da Festa do Pinhão 2024

— Esse fator beneficia diretamente a população local, são mais de 500 pessoas impactadas diretamente. E se aumentamos a renda da população, automaticamente também impactamos positivamente a economia local — afirma o secretário Nilson Cruz.

Continua depois da publicidade

Para a organização, a Festa Nacional do Pinhão não é apenas um evento festivo, mas sim um verdadeiro catalisador do desenvolvimento econômico e cultural de Lages e da região serrana de Santa Catarina.

— Ao unir tradição, gastronomia e entretenimento, a festa fortalece a identidade local e impulsiona o turismo, gerando empregos, renda e oportunidades para a comunidade. Por essa razão, buscamos priorizar a prestação de serviço local e fomentar e apoiar iniciativas que também possibilitem este ganho para a cidade de Lages — afirma Ricardo Avlis, diretor da Arte, Música e Entretenimento (AME) organizadora do evento.

Veja setores que movimentam em Lages com a Festa do Pinhão

Leia mais

Festa do Pinhão anuncia retorno de Luan Santana e estreia de Ana Castela

Confira a programação oficial do Recanto do Pinhão em Lages

Destaques do NSC Total