nsc
hora_de_sc

Colapso

Florianópolis tem hospitais com UTIs lotadas e maior número de casos ativos de covid-19 em SC

Hospitais de Caridade e Florianópolis têm um único leito de UTI disponível em cada; outras duas unidades têm 100% de ocupação

16/02/2021 - 06h21 - Atualizada em: 16/02/2021 - 17h03

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
SC volta a se aproximar de um colapso na saúde
SC volta a se aproximar de um colapso na saúdee
(Foto: )

Dois hospitais públicos de Florianópolis alcançaram 100% da ocupação geral dos leitos de terapia intensiva (UTI) nesta segunda-feira (15), segundo o painel do governo do Estado. Outras duas unidades da Capital também ultrapassaram 95% da ocupação e contam com uma única vaga disponível em cada estabelecimento.

> Gestante de sete meses morre por complicações da Covid-19

> Volta às aulas em SC: crianças menores de 6 anos não serão obrigadas a usar máscara

De modo geral, a cidade tem 86,31% de ocupação em UTIs. Significa que das 168 vagas existentes, apenas 23 estão disponíveis para todos os tipos atendimentos e idades, do adulto ao neonatal.

Se analisado somente o percentual de leitos da UTI adulto, a situação piora: há apenas oito vagas disponíveis - quatro no Cepon, duas no Hospital Governador Celso Ramos e outras duas nos hospitais de Caridade e Florianópolis - na cidade com o número mais alto de pacientes com coronavírus ativos do Estado.

Segundo balanço da Secretaria de Estado de Saúde (SES) desta segunda, mais de 53 mil pessoas foram infectadas pelo vírus em Florianópolis. Dessas, 440 morreram e outras 51,5 mil se recuperaram da doença. A cidade também concentra 2.031 pacientes infectados e ainda capazes de transmitir o vírus, número superior a Chapecó, cidade que convive com um colapso na rede de saúde há duas semanas, devido ao aumento de casos no município.

> Bolsonaro passeia de jet ski até Ubatuba e se aglomera com apoiadores sem máscara; veja vídeo

​​> Palhoça libera sete locais de atendimento para emitir carnê do IPTU

Situação em cada hospital de Florianópolis

Cepon – 4 leitos disponíveis, de 10 ativos;

Hospital de Caridade – 1 leito disponível, de 23 ativos;

Hospital Florianópolis - 1 leito disponível, de 27;

Hospital Governador Celso Ramos - 2 leitos disponíveis, de 28;

Hospital Infantil Joana de Gusmão - 10 disponóveis, de 26 ativos;

Hospital Nereu Ramos - 100% de ocupação;

Hospital Universitário - 5 leitos disponíveis, de 29;

Maternidade Carmela Dutra - 100% de ocupação.

> Clique aqui e receba as principais notícias de SC no WhatsApp

> Vídeo mostra acidente que matou grávida e motorista no Alto Vale do Itajaí

O que dizem Estado e prefeitura

Procurada pela reportagem do Hora de SC, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) disse que acompanha diariamente a evolução dos casos em todas as regiões catarinenses e que trabalha para a ampliação dos leitos e “em possíveis transferências de pacientes, se necessário”.

> Pagamento de leitos de UTI Covid em SC preocupa secretaria de Saúde

Também ressaltou que desde o início da pandemia, “o Governo do Estado ampliou mais de 100 leitos de terapia intensiva para a região da Grande Florianópolis, incluindo a criação das unidades em hospitais como o e Biguaçu e Nova Trento”.

A SES ainda reforçou que o secretário, André Motta Ribeiro, reiterou junto ao Ministério da Saúde na semana passada, quando esteve em Brasília, sobre a necessidade da habilitação de mais leitos de UTI e que “ações podem ser realizadas em todas as regiões, dependendo da demanda e evolução dos casos”.

> SC confirma mais dois casos da nova variante do coronavírus

Procurada para comentar sobre possíveis ações locais de enfrentamento à pandemia e a situação do coronavírus na Capital, a secretaria de saúde de Florianópolis disse que "mantém sempre conversa com o governo estadual para discutir a situação sobre ampliação e ocupação de leitos e se coloca à disposição para o que for necessário".

Também informou que vai "continuar atuando na testagem da população logo no início de sintomas de Covid-19, isolando e testando os contatos próximos desta pessoa" e que trabalha em fortes campanhas de conscientização "para que a população saiba que mesmo com o início da vacinação é preciso manter os cuidados e distanciamento social" . 

> Tiros e barricada na SC-401 em Florianópolis foram motivados por protesto, diz polícia

SC tem 81,5% de ocupação total

A ocupação total dos leitos de UTI em Santa Catarina pelo Sistema Ùnico de Saúde (SUS) chega a 81,5%. Na prática, dos 1.526 leitos disponíveis, há 283 livres, distribuídos em todas as regiões. 

As regiões mais críticas são o Oeste, única que a ultrapassa a marca de 95% de utilização das vagas de terapia intensiva, seguida pelo Planalto Norte, com 87,6%, pela Grande Florianópolis, com 85,5% e Meio-Oeste/Serra, com 84,5%. Outras três ficam entre 76% a 76% - Foz do Rio Itajaí, Sul e Vale do Itajaí.

> Conheça as gêmeas que realizaram cirurgia de mudança de sexo em SC

Confira abaixo os percentuais de ocupação geral por região:

Santa Catarina: 81,5%

Grande Oeste: 95%

Planalto Norte e Nordeste: 87,6%

Grande Florianópolis: 85,5%

Meio Oeste e Serra Catarinense: 84,5%

Foz do Rio Itajaí: 76,2%

Sul: 71,8%

Vale do Itajaí: 69,8%

Leia também

Ciclone subtropical se forma no Sul do Brasil; vídeo explica o fenômeno

Capital aguarda mais doses para iniciar nova etapa de vacinação

Colunistas