nsc
dc

Música

Músico catarinense, Gui Franzói, lança single pelo selo de Rick Bonadio

Brilho de Sol chega a todos os aplicativos de música nesta quinta-feira, 24, e marca novo momento na carreira do cantor

24/09/2020 - 09h00

Compartilhe

Por Janaína Laurindo
A canção Brilho de Sol foi uma das primeiras composições do músico e ganhou nova roupagem.
A canção Brilho de Sol foi uma das primeiras composições do músico e ganhou nova roupagem.
(Foto: )

Brilho de Sol, composição do músico catarinense Gui Franzói, chega a todos os aplicativos de música nesta quinta-feira (24). O cantor abre espaço para uma linguagem contemporânea com recursos tecnológicos, representado no single pelos beats. A produção musical é assinada por Giba Moojen. A dobradinha entre músico e produtor gera, inclusive, o lançamento da música pelo selo GEAR Music/Midas Music, parceria entre Giba e o renomado produtor Rick Bonadio.

> Modelo internacional e compositora, Ana Schurmann celebra primeira música emplacada em rádio de Londres

- Isso é muito importante para rompermos os limites que muitas vezes os artistas catarinenses enfrentam, limitando nosso alcance aqui a nossa região. E é importante ressaltar que eles também estão bem atentos e interessados ao que está rolando aqui, ao que temos produzido, curiosos com o que os artistas daqui têm feito. Acho que muitos bons frutos podem surgir dessa parceria – comenta Gui.

> Em entrevista, músico catarinense Carlos Trilha fala sobre a carreira e o desejo de retornar para Florianópolis

A canção Brilho de Sol foi uma das primeiras composições do músico, há alguns anos, ela ganhou roupagem nova e agora marca o início de um novo momento na carreira do cantor que nasceu em Florianópolis, mas que foi criado e mora até hoje em Tijucas. A mescla dos acordes do violão com recursos tecnológicos tem despertado a atenção de Gui, que transfere isso também para a intepretação das letras.

- Tento simplificar as mensagens que quero passar ao invés de tornar essa construção complexa demais. O que não significa desprezar a importância do que é dito. Pelo contrário, sigo querendo transmitir mensagens relevantes e quero que elas ecoem nas pessoas logo de cara.

A inspiração para suas músicas vem do dia-a-dia. De coisas que o músico busca pra minha vida, do contato com a natureza, a valorização e o respeito pela existência de uma forma geral. Sobre seu processo criativo, Gui comenta:

- Ultimamente tenho tentado compor alguma coisa todos os dias, por exemplo, nem que seja uma melodia que fique guardada pra ser usada em outro momento. Tem, ainda, as parcerias. Às vezes recebo uma letra de algum parceiro em forma de poesia e crio a melodia e harmonia, ou o contrário também.

> Receita de chocolate quente e cremoso para espantar o frio

Trajetória de Gui Franzói

Influenciado pelos pais e avós, Gui começou seu interesse pela música. Participava de fanfarras, corais, até que na adolescência montou uma banda com os amigos de escola com a pegada do Rock n’roll. Iniciou curso superior em Ciência da Computação, mas tomado pela paixão pela música, abandonou tudo para viver dela.

- Decidi cursar Licenciatura em Música na Univali, onde sou formado, e isso me abriu um universo fantástico de conhecimento e enriquecimento da minha vivência musical. Desde então trabalho com educação musical em escolas e projetos sociais, tocando por aí e aos poucos fui caminhando para construir minha carreira na música autoral, a qual tenho me dedicado com mais afinco desde meados de 2016.

Leia também:

​> Champanhe, espumante ou frisante: entenda a diferença entre as bebidas

> Quais alimentos podem ajudar a regular o nível do colesterol

> Infográfico mostra como o coronavírus age no corpo humano

Colunistas