nsc
dc

SEPARA O CASACÃO

Inverno 2021: será que vem mais frio pela frente em Santa Catarina?

Mais duas massas de ar frio devem chegar ao Estado entre agosto e setembro

16/08/2021 - 05h00 - Atualizada em: 16/08/2021 - 10h36

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Temperaturas não devem ser tão baixas quanto no último frio, mas podem se aproximar de zero
Temperaturas não devem ser tão baixas quanto no último frio, mas podem ser próximas de zero
(Foto: )

Se você já guardou os casacos mais grossos de inverno, pode se preparar para tirá-los do guarda-roupas ainda em 2021. Isso porque o ar gelado deve voltar a Santa Catarina pelo menos duas vezes entre o final de agosto e o mês setembro, conforme a Epagri/Ciram, órgão estadual responsável pela previsão do tempo.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Embora não tão rígido quanto o da última vez, quando foram registradas temperaturas negativas e neve em pelo menos 28 cidades, o frio deve chegar novamente entre os dias 22 a 24 de agosto, depois de uma semana de calor no Estado. 

Mesmo assim, segundo o meteorologista Clovis Correa, os termômetros poderão marcar perto de 0°C nas cidades serranas na próxima frente fria.

- Com certeza, o catarinense ainda tem que manter [o casaco] fora do guarda-roupa. Nós vamos ter um aquecimento gradativo até os dias 19 e 20 [de agosto], mas no dia 22 a temperatura cai - antecipa Correa.

De acordo com o especialista, essa queda de temperaturas prevista para o mês, por enquanto, "não é significativa". No entanto, em São Joaquim o termômetro pode indicar em torno de 4° e 5° no dia 24 de agosto, senão menos do que isso. A segunda onda de frio esperada para os próximos meses ainda não tem data prevista.

- Claro que há um aquecimento natural conforme os meses vão se aproximando do verão, mas dentro desses processos de oscilação de temperatura [que temos vivido] ainda há previsão de massa de ar frio chegando sobre a região - explica. 

Pode beber depois de tomar a vacina da Covid-19?

Meteorologista da NSC, Leandro Puchalski destaca que em anos em que ocorre o fenômeno La Niña, como 2021, as massas de ar frio avançam até mesmo durante a primavera, porém, não é possível afirmar quantas e quando ocorrem:

- Agosto e setembro é bem normal oscilar dias frios com quentes. Normalmente, setembro é mais quente, mas este ano como tem La Niña pode ainda ter a mesma caracterÍstica de oscilação que é mais [comum] em agosto. Teremos, então, outras massas de ar frio, mas pelo menos, por enquanto, nada tão forte quanto já tivemos. 

Neve em Santa Catarina: saiba em quais cidades é possível ver o fenômeno

Veja imagens da última neve que caiu em SC:

Um dos invernos mais rigorosos

Apesar de não ser atípico, esclarece o meteorologista da Epagri/Ciram Clovis Correa, o inverno de 2021 tem sido um dos mais rigorosos já registrados no estado catarinense, especialmente dos últimos três anos. Conforme o especialista, o fenômeno La Niña favorece as chegadas de ar frio sobre a nossa região:

- Este tem sido um dos invernos mais rigoroso, ele não é atípico, mas tem característica de mais frio. 

Veja dicas de como trafegar em caso de pista congelada

Leia também

Relembre: Neve é registrada em pelo menos 107 cidades de Santa Catarina

As diferenças entre as vacinas da Pfizer, Astrazeneca e Coronavac

Tornados em Santa Catarina; veja fotos e relembre os momentos

​Frio em SC: como evitar acidentes com asfixia, intoxicação e queimaduras causadas por aquecedores

Colunistas