nsc
    an

    Pandemia

    Joinville volta para risco gravíssimo; veja novas recomendações

    Recomendação da Secretaria da Saúde foi divulgada em decreto válido a partir desta quarta-feira

    25/11/2020 - 09h08 - Atualizada em: 25/11/2020 - 09h15

    Compartilhe

    Patrícia
    Por Patrícia Della Justina
    Município retornou para risco gravíssimo
    Município retornou para risco gravíssimo
    (Foto: )

    Após confirmado o retorno de Joinville para o risco "gravíssimo" na escala que mede o risco da pandemia, passa a valer, a partir desta quarta-feira (25), as medidas emitidas pela Secretaria da Saúde na última segunda-feira (23). Além de prorrogações, o município recomenda que os moradores evitem todo o tipo de festa, inclusive reuniões pequenas em casa com pessoas que não estão no circulo diário de convívio.

    > Quer notícias de Joinville e região por WhatsApp? Entre no grupo do AN

    Como se trata de recomendação, não há punição prevista em caso de não atendimento. Mas o decreto vale como alerta e reforço na prevenção: se não houver recuo nos indicadores, o que está sendo recomendado poderá ser imposto em decreto futuro. 

    Também foram prorrogadas as medidas de restrição ao coronavírus que já estão sendo aplicadas na cidade, como lotação máxima em 30% de estabelecimentos abertos ao público. Continuam suspensos: congressos, palestras, seminários e afins; feiras e exposições; atividades em casas noturnas, casas de shows e da realização de shows e espetáculos. A exceção continua valendo para apresentações de música ao vivo realizadas em estabelecimentos com funcionamento já autorizado de acordo com normas sanitárias.   

    Conforme o secretário Jean Rodrigues, novas medidas podem ser tomadas na próxima semana. Além disso, as aulas presenciais estão mantidas pelo menos até a próxima terça-feira (1º) uma vez que o município tem até sete dias após a divulgação da portaria estadual para tomar ações. 

    Novo aumento nos números

    Em boletim atualizado na última terça-feira (24) pelo Governo do Estado, Joinville contabiliza 28,5 mil casos de coronavírus desde o início da pandemia. A cidade é a segunda com o maior número dentre todos os municípios de Santa Catarina, ficando atrás somente de Florianópolis, que ultrapassou Joinville com 29,4 mil registros. 

    No entanto, Joinville continua com o maior número de pessoas que já perderam a vida pela doença: 380 vítimas. Florianópolis aparece em segundo, com 217 mortes.

    A média de registros semanais também aumentou. Joinville detectou 1,5 mil novos casos de coronavírus na última semana, em nova alta em relação às duas semanas anteriores, quando a média ficou perto de 900 registros semanais.

    > Santa Catarina registra mais 36 mortes por coronavírus e aumento de ocupação de UTIs

    Em julho e agosto, meses de maior gravidade da pandemia em Joinville, a queda nas temperaturas foi citada como principal causa dos novos casos. Neste momento, a Secretaria de Saúde indica o maior descumprimento das medidas de prevenção, em especial em relação às aglomerações, como motivo da alta dos diagnósticos positivos.    

    Além disso, Joinville voltou a ter mais de 100 pessoas internadas por causa do coronavírus. O boletim divulgado pela prefeitura na terça-feira aponta 107 pessoas em atendimento hospitalar, sendo 55 em leitos de UTI.   

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas