nsc
dc

Polícia

Mãe de Henry ficará isolada de outras detentas; veja imagens da cela

A Polícia Civil vai indiciar Monique Medeiros e o vereador Dr. Jairinho, padrasto de Henry, por homicídio duplamente qualificado e tortura

09/04/2021 - 18h16

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
Mãe de Henry ficará isolada de outras detentas
Mãe de Henry ficará isolada de outras detentas
(Foto: )

A mãe do menino Henry Borel, Monique Medeiros, presa na quinta-feira (8) suspeita de estar envolvida na morte do próprio filho, deverá permanecer em isolamento na cadeia – mesmo após cumprir a quarentena de 14 dias em obediência ao protocolo de Covid-19. As informações são do G1.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

> Caso Henry: mãe do menino tirou selfie enquanto estava na delegacia

De acordo com a polícia, a mulher não foi bem aceita pelas outras detentas no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, no Rio de Janeiro.

Monique está em uma cela de 6 m². No espaço há um beliche com colchonetes, onde também podem ser guardados produtos de higiene. Em uma das laterais há uma pia, um vaso sanitário e um chuveiro de água fria. Veja:

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

*Por Nathalia Kuhl

Leia também:

> Caso Henry: aparelho israelense quebrou segurança do WhatsApp?

> Caso Henry: juíza cita "frieza" da mãe do menino em pedido de prisão para o casal

> Como está o estado de saúde de Paulo Gustavo, internado com Covid-19

> Estado de saúde de Paulo Gustavo gera onda de boatos nas redes sociais

Colunistas