nsc
    santa

    Túneis e o quepe nazista: os mistérios que envolvem o Teatro Carlos Gomes, em Blumenau

    24/06/2020 - 06h00 - Atualizada em: 24/06/2020 - 07h11

    Compartilhe

    Bianca
    Por Bianca Bertoli
    Túnel encontrado em 2015 e a fachada do Carlos Gomes. Parece um quepe nazista?
    Túnel encontrado em 2015 e a fachada do Carlos Gomes. Parece um quepe nazista?
    (Foto: )

    É impossível falar do Teatro Carlos Gomes e não lembrar dos mistérios que ocupam o imaginário do blumenauense, independente da idade: os túneis e a fachada que lembra o quepe nazista. Nessa última, não há como afirmar ou negar a vontade dos arquitetos alemães em lembrar o item. No entanto, conforme a historiadora Sueli Petry, não há indicativos da intenção nas plantas originais.

    > Teatro Carlos Gomes completa 160 anos nesta quarta-feira, dia 24

    Já os túneis apareceram em 2015 durante uma obra de esgoto. Diferente do que dizia a lenda, eles não ligavam o teatro a outro ponto e, pelo tamanho (cerca de 1,5 metro de altura e 50 centímetros de largura) não serviriam de passagem para os encontros amorosos entre padres e freiras ou fuga do ditador alemão. As inúmeras teorias foram destruídas com uma explicação lógica: eram galerias de água no passado, construídas em estilo alemão.

    Os túneis, neste trecho, passavam na rua ao lado, a John Kennedy. Conforme Sueli, o morro onde há o Parque São Francisco de Assis e o shopping era extremamente pantanoso. Para drenar a água e levá-la até o rio, foram feitas as estruturas subterrâneas. Não há qualquer registro destas obras antigas. 

    Túnel encontrado ao lado do teatro, em 2015, durante uma obra de implantação da rede de esgoto.
    Túnel encontrado ao lado do teatro, em 2015, durante uma obra de implantação da rede de esgoto.
    (Foto: )

    Primeiro, por serem centenárias, muito provavelmente não houve o mapeamento desse trabalho. Ou, se ocorreu, pode ter se perdido com o incêndio no arquivo histórico em 1958. Sueli, inclusive, acha possível que outros “túneis misteriosos” sejam descobertos com o tempo.

    Não diferente do que ocorreu em outras cidades, o teatro nasceu de uma sociedade. Participava quem pagava. Aos poucos foi perdendo parte dos sócios para clubes mais completos e, na atualidade, as novas formas de se conectar à cultura acabou por afastar o público. Mesmo assim, é incontestável a capacidade de reinvenção.

    > Anote aí: 10 lugares para conhecer em Santa Catarina

    – Aqui as pessoas se realizam e realizam seus sonhos. É um legado que ficará para as gerações futuras e vai se adequar às novas necessidades – complementa a diretora do teatro, Elisete Beck.

    A lenda dos túneis de Blumenau

    Em resumo: uma lenda urbana de Blumenau diz que existem túneis que ligam o Teatro Carlos Gomes a outras instituições na cidade, como o Colégio Sagrada Família e o Bom Jesus Santo Antônio. Dizem, até, que na revitalização da Rua XV de Novembro, na década de 1990, o Exército precisou tapar a visualização da via para que a população não visse alguns desses acessos.

    A história conta ainda que o túnel feito sob a Rua 7 de Setembro em frente ao Neumarkt Shopping teria construído em tempo recorde, justamente porque já existia uma estrutura pré-existente no local — que fica, olhem só, em frente ao colégio "dos padres". Todas essas passagens seriam utilizadas, segundo a lenda, por Adolf Hitler, que via em Blumenau — uma ex-colônia fundada por alemães — um possível lugar de refúgio pós-guerra. 

    A lenda diz, ainda, que a fachada do Teatro Carlos Gomes teria sido feita como um 'quepe' nazista justamente para que, dali, Hitler fizesse um discurso aos blumenauenses em 1945.

    Leia mais sobre os Túneis de Blumenau

    Comissão vai pesquisar sobre túnel encontrado no Centro de Blumenau

    Túneis de Blumenau: colunista defende estudo sobre galeria encontrada próximo ao teatro

    Graphic novel revela a lenda urbana dos túneis secretos de Blumenau

    Túneis de Blumenau: avançam pesquisas para entender para que servia galeria no Centro da cidade

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Entretenimento

    Colunistas