nsc
dc

Entenda

Como são feitas as pesquisas eleitorais

Saiba de que formas as buscas por intenção de voto funcionam como termômetro das eleições

01/06/2022 - 15h20 - Atualizada em: 01/06/2022 - 15h24

Compartilhe

Eduarda
Por Eduarda Hillebrandt
Registro de pesquisas eleitorais é obrigatório desde 1º de janeiro
Registro de pesquisas eleitorais é obrigatório desde 1º de janeiro
(Foto: )

O registro das pesquisas de intenção de voto no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições gerais são obrigatórias desde 1º de janeiro de 2022. Pela importância dos resultados para a decisão de voto do eleitor, tanto a elaboração quanto a divulgação das pesquisas deve ser transparente. Por isso, entenda como as pesquisas eleitorais funcionam e saiba mais sobre o processo de elaboração destes levantamentos. 

Receba notícias do DC via Telegram

As pesquisas eleitorais são regulamentadas pela Justiça Eleitoral e qualquer cidadão pode conferir pelo site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Vários agentes envolvidos nas eleições tem interesse nas pesquisas, como a imprensa, empresas, entidades de classe e partidos costumam contratar as consultas.

Especialistas explicam que as pesquisas não são uma previsão das eleições, mas sim uma fotografia da tendência do eleitorado no mento em que as entrevistas foram feitas.

Entenda como funcionam as pesquisas eleitorais no vídeo

Enquete e pesquisa, tem diferença?

Antes de tudo, é importante saber a diferença entre uma enquete e uma pesquisa. Para um levantamento ser considerado regular, o instituto deve prestar à Justiça uma série de informações que permitam sua fiscalização.

Entre os dados informados, está a metodologia da pesquisa, quantas pessoas são ouvidas, como são as perguntas feitas, qual é a margem de erro e o nível de confiança dos resultados.

O principal divisor entre as pesquisas e a enquete é a representatividade do conjunto de entrevistados. Os institutos ouvem um grupo de pessoas, chamado de amostra, que corresponde às proporções vistas na sociedade. Ou seja, regiões, idades, gêneros e outros critérios têm pesos diferentes.

A divulgação de enquetes não registradas é proibida durante a campanha eleitoral e pode render multas acima de 70 mil reais.

Enquanto as pesquisas usam ferramentas da estatística, as enquetes são informais e podem ter resultados parciais, como uma enquete pelas redes sociais que exclui quem não tem acesso à internet.

Ataques às pesquisas de voto serão monitorados pela Justiça Eleitoral

Quantas pessoas são ouvidas nas pesquisas eleitorais?

Os institutos definem um conjunto de pessoas que formam um retrato da população. Essa é a chamada amostra. Por exemplo, se 25% dos eleitores têm entre 40 e 50 anos em um estado, 25% da amostra deve estar na faixa dos 40 a 50 anos de idade.

As pesquisas nacionais costumam ter 2.500 a 3 mil participantes. Os entrevistadores vão a campo em locais aleatórios, sorteados, mas que seguem os setores censitários do IBGE. Ali, o entrevistador busca pessoas que se encaixem nos critérios da amostragem.

Os questionários são criados de uma forma que não induzam uma resposta. Por exemplo, em vez de uma lista com opções, as pessoas recebem os nomes em um disco.

As informações das ruas são transmitidas em tempo real e cada instituto tem sua forma interna de controle, que pode ser auditada pelos partidos e pelo Ministério Público Eleitoral.

Calendário eleitoral e tudo sobre as Eleições 2022

Margem de erro e intervalo de confiança

Os resultados finais são apresentados com uma a margem de erro e o nível ou intervalo de confiança. A margem de erro indica quanto o resultado oscila para cima ou para baixo. As pesquisas do Brasil costumam ter 2 a 3 pontos de margem média. Aumentar a amostra tem cada vez menos efeito na margem de erro.

Já o nível de confiança tem a ver com repetições das sondagens. Se uma pesquisa tem 95% de confiança, isso significa que a cada 100 entrevistas feitas no mesmo dia com o mesmo método, 95 estariam dentro da mesma margem de erro.

Veja os pré-candidatos à presidência nas eleições 2022

Saiba tudo sobre as eleições 2022

Leia também

Na hora de comprovar que a urna eletrônica é segura, os difamadores desaparecem

Veja previsões da astrologia para os pré-candidatos à presidente em 2022

Saiba como ser mesário e descubra as vantagens do cargo

Colunistas